value1

Como Extrair Áudio de Filmes Dual Audio

 É uma prática dentro das leis de Direitos Autorais fazermos backup de nossos filmes em DVD, para preservarmos seu conteúdo das intempéries que comumente podem atacar a mídia dos discos: arranhões, umidade, líquidos e outras substâncias nocivas à leitura dos dados nos players.som
Da mesma forma, não há empecilho legal algum em emprestarmos nossos filmes para amigos, de maneira que podemos fazer isso através de um pendrive ou DVD-RW. Nesses casos, salvamos nossos vídeos em formatos populares como o AVI, e os armazenamos nestas mídias para compartilhá-los.
Nesse processo, há pessoas que dão preferência por salvar duas faixas de áudio junto no arquivo AVI, uma no idioma original do filme e outra na modalidade "Dublado" (a esse tipo de arquivo de vídeo, damos o nome de Dual Audio). Para assistir um filme nestas condições, precisaríamos escolher a faixa de áudio desejada através do controle remoto de nosso player de DVD ou nas opções destinadas a isso em nosso software de execução de vídeos de nosso computador.
Independente da forma como escolheremos o áudio desejado, o arquivo AVI permanecerá sempre com as duas faixas de áudio tocando ao mesmo tempo, e isso é um problema para alguns players de DVD ou mesmo para programas de computador menos "inteligentes" (e também para alguns programas de gravação de DVD de Vídeo, diga-se de passagem, pois há casos em que, após horas gravando este tipo de mídia, o usuário se decepciona ao ver os personagens do filme falando ao mesmo tempo em Português e Inglês, já que as duas faixas acabam por serem ativadas ao mesmo pelo programa, na etapa de codificação).
Para solucionar este tipo de problema, o usuário pode desativar uma das faixas de áudio do arquivo de vídeo, para então poder assistir ele em qualquer player ou software sem complicação alguma.
Assim, neste artigo aprenderemos como desativar um áudio de um filme Dual Audio.
Para este artigo utilizaremos um filme que está com uma faixa de áudio em Português e outra em Inglês. Para sabermos quantas faixas de áudio um vídeo possui, podemos utilizar o player de vídeos Media Player Classic que vem junto com o pacote de codecs K-Lite Mega Codec Pack. Clicamos com o botão direito do mouse em cima do vídeo, e, no menu que aparecer, clicamos em "Abrir com", e no menu lateral que irá aparecer, clicamos na opção "Media Player Classic". O filme então irá abrir no programa escolhido, e iniciará a execução; durante a execução do vídeo, portanto, clicamos com o botão direito em cima da parte em que o vídeo está sendo exibido, e no menu que aparece, colocamos o mouse em cima de "Audio". No menu lateral que irá aparecer, poderemos ver a lista de faixas de áudio que estão embutidas no arquivo.
Na figura abaixo podemos ver isso na prática:
 
1b6c6196
Clique na imagem para ampliar


Com base na figura vista acima, podemos concluir que o vídeo aberto possui duas faixas de áudio: a faixa número 1 em Português, e a número 2 em Inglês. À esquerda da faixa 1 consta uma bolinha preta; que significa que a opção atualmente selecionada é a 1, logo, o filme demonstrado na figura acima, no momento em que foi tirada a foto, estava com a dublagem em Português ativada. Vamos aproveitar para anotar a ordem em que estão as faixas, pois como veremos em breve a ordem das faixas como estão vistas no Media Player Classic é exatamente a mesma ordem que elas aparecerão na janela do Virtualdub Mod destinada à desativação de faixas de áudio;
Agora que já visualizamos as faixas de um vídeo que gostaríamos de desativar uma uma, vamos propriamente iniciar o processo de desativação. 
Para isso, precisaremos baixar um programa chamado Virtualdub Mod, clicando aqui.
Após baixado o programa, descompactamos ele, e, dentro da pasta descompactada, clicamos duas vezes no ícone "Virtualdub Mod", que pode ser visto na figura abaixo:
 
1
Clique na imagem para ampliar

Feito isso, será aberta a janela principal do Virtualdub Mod, assim:

 
2
Clique na imagem para ampliar

Agora precisaremos abrir no programa o vídeo no qual queremos desativar um dos áudios. Para fazermos isso clicaremos em "File", na barra de ferramentas do programa, e no menu que aparecer, clicaremos em "Open video file", assim:

 
3
Clique na imagem para ampliar
 
Isso fará com que seja aberta uma janela perguntando onde se encontra o vídeo desejado, assim:
 
4
Clique na imagem para ampliar


Navegaremos nesta janela até a pasta na qual se encontra o vídeo desejado, e clicamos em "Abrir", no canto inferior direito da janela. Importante observar o campo "Tipo" que se encontra abaixo de "Nome" na parte central inferior desta janela. Nela constam as extensões de arquivos compatíveis com o Virtualdub Mod.
Após selecionado o vídeo e clicarmos em Abrir", poderemos a seguinte mensagem do Virtualdub Mod:
 
5
Clique na imagem para ampliar 


Como se vê na figura acima, deveremos clicar em "Não". A razão desta negativa é de que caso contrário o som de nosso filme não ficaria sincronizado com a imagem, o que ocasionaria ou num atraso, ou numa antecipação do som em relação à passagem das cenas. Em termos mais simples, os personagens falariam algo, ou uma explosão aconteceria, mas o som da fala ou o ruído sairiam atrasados 🙂
Este tipo de mensagem aparecerá de acordo com o número de faixas de áudio embutidas no vídeo.
Após isso feito, a janela principal do Virtualdub Mod ficará assim:
 
7
Clique na imagem para amplar
 
Na barra de ferramentas do programa, clicaremos em "Streams", e no menu que aparecer, clicaremos em "Stream list", assim:
 
8
Clique na imagem para ampliar


Feito isso, será aberta a janela "Avaliable streams", que em Inglês significa algo como "Faixas disponíveis", assim:
 
9
Clique na imagem para ampliar


Os leitores observem que no grande campo da esquerda constam dois itens. Eles nada mais são do que as faixas de áudio do filme. Lembram-se de que anteriormente vimos que o vídeo utilizado neste exemplo possuía duas faixas de áudio, uma em Português e outra em Inglês? Então, aí estão elas! Lembram-se também de que a faixa 1 era a de Português, e de que esta era a faixa que estava tocando na hora da foto? Então, ali está a faixa 1 contendo o ícone de um pequeno alto-falante, diferentemente da faixa 2, que não possui este ícone. O ícone do alto-falante serve para mostrar para o usuário qual é a faixa padrão, ou seja, a faixa que tocará sempre que o filme é iniciado, enquanto a outra (ou outras) faixa fica parada, aguardando o momento em que o usuário em seu controle remoto ou no player escolher a outra faixa.
O que faremos agora é excluir aquela faixa 2, para que só fique a faixa em Português.
Para isso clicaremos 1 vez em cima da faixa 2 para que ela fique com o fundo cinza, como se vê abaixo:
 
10
Clique na imagem para ampliar
 
Ainda observando a figura acima, vamos clicar em "Disable", no canto inferior direito da janela "Avaliable streams". Isso fará, obviamente, com que a faixa selecionada seja deletada no final do processo. Para termos certeza de que o programa aceitou nosso comando de desabilitar a faixa, podemos observar que o fundo do nome da faixa 2 passou a ficar com linhas transversais pretas, e o botão "Disable" passou a ser "Enable", assim:
 
11
Clique na imagem para ampliar


Após isso feito, clicamo em "OK", que é o primeiro botão da coluna da direita na janela "Avaliable streams", para que tenhamos em nossa frente somente a janela principal do Virtualdub Mod.
O que precisaremos fazer agora é salvar as alterações que fizemos no arquivo de vídeo, ou seja, salvar o vídeo agora já com uma das faixas de áudio desativada. A questão é que, diferentemente de um arquivo de texto ou foto, não podemos simplesmente clicar num botão "Salvar" e então nossas alterações serem efetuadas com sucesso. Precisaremos criar uma nova versão do arquivo de vídeo, que então possuirá somente 1 faixa de áudio.
Para fazermos isso, então, clicaremos em "File", na barra de ferramentas do Virtualdub Mod, e no menu que aparecer, clicaremos em "Save As..", como se vê na figura abaixo:
 
12
Clique na imagem para ampliar


Será exibida a janela abaixo:
 
13
Clique na imagem para ampliar


Nesta janela, no campo "Nome", digitaremos um novo nome para o arquivo de vídeo. Mais abaixo nesta janela, na sessão "Video", alteraremos a opção "Full processing mode" para "Direct stream copy". Após isso feito, clicamos em "Salvar" que fica na borda direita da janela, e então será exibida a barra de progresso assim:
 
14
Clique na imagem para ampliar


Na figura acima podemos notar que o campo "Total time (stimated)" aponta para 1:01 minutos para acabar o processo todo. Isso se dá porque definimos a opção "Highest" para o campo "Processing thread priority", que quer dizer que mandamos o processador do computador ser mais exigido nessa tarefa. Isso deixa o computador um pouco mais lento durante o processo, mas faz com que tudo termine mais rápido. A escolha é sua.
Após a barra de progresso chegar em 100%, não veremos nenhuma notificação. Simplesmente o que ficará em nossa frente será a janela principal do Virtualdub Mod assim como a deixamos anteriormente. Poderemos fechar o programa e navegar até a pasta na qual mandamos que este novo arquivo de vídeo ficasse armazenado, e lá poderemos vê-lo, assim:
 
15
Clique na imagem para ampliar


Assim, baseando-se no vídeo gerado neste artigo, abriremos o arquivo que está com o filnal "- Dublado". Clicaremos novamente com o botão direito do mouse em cima do filme rodando, e no campo "Audio", veremos que só haverá uma faixa de som, assim:
 
16
Clique na imagem para ampliar
 
Missão cumprida! Agora nosso filme está só com o áudio em Português. Eliminamos a faixa em Inglês, de maneira que nosso vídeo deixou de ser "Dual Audio".
 

Saiba mais: http://nautilusinfo.blogspot.com/2011/09/como-extrair-audio-de-filmes-dual-audio.html#ixzz27RIGHW2g

value1

YouTube libera ferramenta para inserir perguntas em vídeos

O YouTube começou a testar um novo recurso em seus vídeos, para torná-los mais interativos. A ferramenta, chamada de "Video Questions Editor Beta" (algo como "Editor de Perguntas no Video Beta", em tradução livre) permite ao editor adicionar perguntas simples em pontos estratégicos da gravação, para que o webespectador possa respondê-las enquanto assiste.

 

Para habilitar a novidade é necessário logar no site, acessar o endereço da página beta no YouTube e clicar em "Join the 'Video Questions Editor Beta'".

O recurso é bem básico e não há muitos segredos para utilizá-lo. Depois de ativado você deve ir para o "Gerenciador de Vídeos". Escolha o trabalho a ser editado, clique em "Editar" e selecionar a guia "Perguntas" - ela o levará a uma página para que possa inserir as questões desejadas. Basta escrevê-las no local indicado, escolher o tempo do vídeo para que elas apareçam e as respostas que o webespectador pode escolher.

youtube-post-pergunta-video

Ferramenta permite adicionar perguntas ao vídeo, tornando-o mais interativo

Há ainda a opção para colocar respostas ao estilo certo-e-errado e dar dicas sobre isso - um bom recurso para quem quer fazer um quiz. Todas as respostas vão parar na sua página de análises, para medir os resultados.

Infelizmente a ferramenta ainda está em fase de testes, não há data para o seu lançamento oficial e nem a certeza de que ela, de fato,  permanecerá no site. “Não há planos de longa data para suporte desse recurso e ele poderá ser removido a qualquer hora, sem aviso prévio", informa a página do serviço.

value1

Brasil é oitava operação da Salesforce.com no mundo

SalesforceO Brasil acaba de se tornar a 8ª operação da Salesforce.com no mercado mundial. A quantidade de clientes locais triplicou e Enrique Perez, presidente da companhia para América Latina, acredita que o País tem condições de avançar no ranking global e alcançar a quinta posição.



Perez evitou estimar prazos para que isso aconteça. Mas disse que os negócios estão em franca expansão no Brasil. Entretanto, não menciona participação do mercado local na receita global, que tem previsões de alcançar 3 bilhões de dólares no ano fiscal de 2013, iniciado em fevereiro de 2012.

Questionado durante a Dreamforce 2012 sobre o mercado brasileiro, o presidente da Salesforce.com Marc Benioff, disse que há grandes oportunidades para cloud computing no País. Ele observou que há uma pressão em cima dos CEOs para transformarem rapidamente seus negócios. Antes, eles tinham tempo para dar respostas rápidas e essa janela de tempo está-se fechando com muita velocidade.

Benioff afirmou que muitas companhias estão migrando serviços para a nuvem com o objetivo de reduzir custos da TI. O CEO da Salesforce.com acredita que a nova geração de dispositivos móveis vai pressionar as organizações a levar muitas empresas para cloud.   

O Brasil responde por 50% da operação da Salesforce.com na América Latina. Dos 3 mil clientes da região, que adotam as soluções de Customer Relationship (CRM), colaboração e social enterprise na nuvem, 1,5 mil estão no País.

“Triplicamos o número de clientes no Brasil nos últimos três anos. E, neste mês o Brasil tornou-se a 8º operação da Salesforce.com no mundo”, informou Perez durante a conferência Dreamforce, que encerra nesta sexta-feira (21/09), em San Francisco (EUA), onde a empresa reuniu cerca de 90 mil pessoas para apresentar as novidades para cloud computing. Segundo Perez, o Brasil está apenas atrás de mercados como EUA, Japão, Alemanha, França, Canadá e Austrália. 

“O Brasil está no topo e pode tornar-se em pouco tempo a 5º operação. Há dois anos, a filial local  estava entre as 20 do mundo. A Salesforce.com atua com time local no Brasil há pouco mais de oito anos. 

Potencial de negócios
O presidente da Salesforce.com para América Latina observa que as companhias brasileiras começam a investir em plataformas de redes sociais para ouvir seus clientes e colaborar com a rede de parceiros.

Entretanto, ele percebe que muitas ainda não sabem como usar as redes sociais para incrementar os negócios. Para orientar essas empresas, a Salesforce.com planeja realizar um roadshow no modelo da conferência Dreamforce, realizada nos EUA, pela América Latina, incluindo passagem por cidades brasileiras.

“Vamos fazer uma versão menor para compartilhar as novidades que apresentamos aqui em San Francisco e mostrar cases de sucesso”, informa Perez.

*A jornalista viajou para San Francisco a convite da Salesforce.com 

value1

Recupere arquivos que foram apagados de sua máquina

Você já jogou um arquivo na lixeira, mandou ela esvaziar todo o conteúdo e depois se arrependeu mais tarde? Muitos usuários pensam que, depois que o arquivo é eliminado, ele não pode mais ser recuperado, mas é possível fazer isso. Veja abaixo três programas que o Superdownloads separou para você e aprenda como usá-los.

 

Orion File Recovery Software

Esse programa é muito útil para recuperar arquivos perdidos e também para deletá-los definitivamente, para que ninguém possa mais conseguir recuperá-los. Primeiro, instale o programa. Tome cuidado, pois ele tenta instalar em sua máquina uma Toolbar. Se não tiver essa intenção, desmarque-a e selecione somente o que deseja instalar. Não é preciso selecionar nenhum desses programas abaixo. Você pode desmarcar todos e apertar "Finish"

recuperar deletados 3

1. Abra o programa. Normalmente, ele já mostra a opção "Recover" assim que iniciado.

2. Caso não abra, você verá uma tela igual a apresentada abaixo. Clique em "Recovery Wizard" para iniciar o processo de recuperação de arquivos.

3. Ele vai perguntar o tipo de arquivo que você procura. Pode ser um documento, imagem, música, vídeo ou qualquer outra coisa, desde que você especifique a extenção do arquivo (por exemplo, um arquivo .bitmap). Se não souber ou quiser buscar mais de um tipo de arquivo, selecione "All". Depois, clique em "Avançar"

4. O programa pede o nome do arquivo deletado ou parte do nome que você usou nele. Se não souber, tudo bem, pode deixar em branco. Depois, clique em "Avançar"

5. Agora é a hora de fazer a varredura. Mas o programa pede o local onde você deseja que ele procure. Pode ser em qualquer pasta, assim como na lixeira. Se você quiser garantir que vai encontrar o arquivo, selecione "Unsure. Scan entire drive." Vai levar mais tempo, mas ele procurará em todo o computador. Clique em "Concluir" para iniciar a varredura.

6. É só esperar ele terminar de ler os arquivos. Caso queira iniciar uma nova busca, você pode apertar "Cancel" e ele vai parar de procurar o que você havia pedido.

7. Depois que terminar a varredura, ele vai mostrar diversos arquivos. Se ele estiver em verde, é porque está com grandes chances de ser recuperado. Se estiver em vermelho é porque ele não tem mais como buscar o arquivo, que teve seu conteúdo reescrito por outros. Escolha o arquivo que você procurava e clique nele duas vezes.

8. Escolha um local do seu computador para colocar o arquivo recuperado.

9. O programa vai mostrar a mensagem abaixo. Clique em "I have selected everything I want." para terminar de recuperar o arquivo.

Pronto, agora é só abrir o arquivo que foi recuperado.

Deletando um arquivo para sempre da máquina

1. Se quiser deletar um arquivo permanentemente, basta clicar em "Scrub Wizard" na tela inicial do programa. Ele vai mostrar a janela abaixo. Escolha se você deseja deletar permanentemente todos os arquivos que foram deletados do computador ou algum arquivo específico. Depois, clique em "Finish"

2. Ele vai deletar o arquivo por completo. O processo pode demorar e, se você mudar de ideia, é só clicar em "Cancel"

Recuva Em português No ranking semanal

Esse programa tem a vantagem de também possuir uma versão para pen drive, sem a necessidade de instalação, o Recuva Portable Em português. Outra vantagem é que está em português. Para recuperar um arquivo, siga os passos abaixo:

1. Abra o programa.

2. Clique na barra ao lado de "Verificar" e escolha qual disco você deseja executar a varredura. Se tiver alguma dúvida sobre onde pode ter ficado o arquivo deletado, clique em "All Local Disks"

3. Ele vai começar a fazer a procura. Caso desista, basta clicar em "Cancelar"

4. Após varrer o sistema, o Recuva mostra os arquivos que foram deletados. Se estiver em verde, você consegue recuperar. Em vermelho, não é possível. Se estiver em laranja, está com falhas e pode não ser recuperado totalmente.

5. Perceba que, se deslizar a barra para o lado, é possível ler o estado em que se encontra o arquivo e um comentário sobre ele, dizendo se ele foi sobrescrito e, caso tenha sido, qual arquivo o sobreescreveu.

6. Caso queira maiores informações, clique no arquivo desejado e,na janela ao lado, escolha a aba Informações. Depois que escolhar o arquivo, basta clicar no botão "Recuperar..." no canto inferior direito.

7. O programa vai pedir para escolher um local para salvar o arquivo recuperado. Clique em "OK" e pronto, ele está de volta!

Undelete 360 Em português

O Undelete tem uma opção diferente dos demais programas, que é a de ver o nome que o arquivo tinha antes de ser apagado. Muito últil e facilita caso você precise encontrar um arquivo entre tantos outros. Veja como o usar o programa a seguir:

1. Após abrir o programa, clique em "Search"

2. Ele vai abrir uma janela perguntando quais áreas do computador você pretende fazer uma varredura. Caso tenha dúvidas, selecione todas as disponíveis.

3. Aperte "Start" para iniciar a varredura.

4. Ele vai mostrar os arquivos do mesmo jeito que os outros programas: verde para os recuperáveis, vermelho para irrecuperáveis e laranja para arquivos quebrados.

5. Perceba que ao lado dos programas existe a opção de filtrá-los por tipo ou pasta. Se quiser procurar algo específico, basta clicar em um dos filtros.

6. Escolha o arquivo e clique em "Recover"

7. Depois de selecionado o programa, ele vai oferecer algumas ajudas para a recuperação do programa. Selecione todas, para garantir que irá recuperar qualquer arquivo.

Pronto, você recuperou seus arquivos!

Fonte: http://www.superdownloads.com.br/materias/recupere-arquivos-que-foram-apagados-de-sua-maquina.html#ixzz27M1pFp9y

value1

Google favorece sites com páginas no Google+ e cliques +1, revela pesquisa

A Tasty Placement, empresa americana especializada em marketing digital, divulgou uma pesquisa sobre como a presença em mídias sociais altera o posicionamento da marca no ranking de buscas do Google - fundamental para qualquer site.

Para realizar o estudo, a Placement criou seis sites semelhantes - um ficou como controle, e os outros cincos utilizaram como meio de divulgação apenas uma rede social. Dez meses depois, foi analisado o impacto que cada mídia teve sobre o ranking do Google.

 

Como era de se esperar, a mais relevante foi o Google+. O site que utilizou somente a rede da empresa de buscas para divulgação teve aumento médio de 14,6 posições no disputado ranking.

Na sequência, o que mais pessou foram votos no botão +1, com aumento de 9,44 posições em média. Depois, o Facebook (6,9), Twitter (tuítes e retuites), com 2,88 posições. O pior resultado foi o do site cujo único foco foi aumento de seguidores no Twitter, que caiu 1,2 posição, em média.

Curiosamente, o site-controle, que não fez qualquer atividade social, manteve-se inalterado no ranking.

De acordo com a empresa, o estudo revela a importância crescente que o Google está dando a sua própria rede e às interações via botão +1, o que pode ser um fator importante na batalha da empresa contra o poder crescente do Facebook na Internet.

Veja o infográfico detalhando a pesquisa:

google-favorecepaginas-google-plus

FONTE: http://idgnow.uol.com.br

Brasil ganhou uma conexão banda larga por segundo, nos últimos 12 meses...

O número total de acessos em banda larga no Brasil chegou a 81,3 milhões em agosto - crescimento de 64% em relação ao mesmo mês de 2011. 

Nos últimos doze meses, segundo balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), foram ativados cerca de 32 milhões de novos acessos, ou uma nova conexão por segundo.

 

A evolução da banda larga no Brasil tem sido significativa. O levantamento da Telebrasil mostra que de janeiro a agosto deste ano, 21,7 milhões de novas conexões rápidas foram ativadas, ritmo de crescimento 57% mais alto que o mesmo período do ano passado, quando foram ativados 13,7 milhões de acessos. 

Do total de acessos de internet rápida registrados no fim de agosto, 18,9 milhões são de banda larga fixa e 62,4 milhões de móvel, segmento que praticamente dobrou nos últimos doze meses (97%).

A banda larga fixa, por sua vez, ampliou sua base em cerca de 1 milhão de novas conexões, desde agosto do ano passado. 

As redes de 3G, que permitem a oferta em banda larga móvel, já estão instaladas em 3 049 municípios, onde moram 85% da população brasileira. Só neste ano, 399 novos municípios foram conectados em 3G. A atual cobertura de terceira geração supera em mais de três vezes as obrigações do edital, que previam alcançar 928 municípios em abril de 2013.

Entre os acessos móveis, 49,7 milhões são celulares de terceira geração – incluindo os smartphones – e 12,7 milhões são de terminais de dados, como os minimodems de conexão à internet. Também entre os terminais de dados estão cerca de 6 milhões de chips M2M, que fazem a conexão entre máquinas.

O mercado M2M, segundo previsões de consultorias internacionais, deve explodir em crescimento nos próximos anos, alcançando 2 bilhões de dispositivos em 2020, no Brasil. Nesta semana foi sancionada a Lei 12.715/12, com incentivos para equipamentos e redes de telefonia e banda larga, incluindo redução na cobrança do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) sobre chips M2M.

value1

Sete truques espertos para dominar seu Gmail

gmail

Quando se trata de gerenciar o seu e-mail, o Gmail é facilmente um dos instrumentos mais eficientes dos disponíveis atualmente. Ao longo dos anos, o Google reforçou a sua abordagem única e desenvolveu recursos maiores e melhores para o seu serviço.

 

O resultado, no entanto, pode ser assustador. Quais, dentre tantas opções do programa, você realmente precisa? Aqui estão sete dicas para utilizar as melhores.

1. Mostre apenas seus marcadores favoritos
Etiquetas permitem atribuir várias categorias a uma única mensagem no Gmail. Por exemplo, ao ler um e-mail do seu parceiro sobre o planejamento do próximo encontro familiar, você pode usar o ícone na parte superior para criar um marcador com o nome "Família". Em seguida, outro chamado "Acompanhamento". Mais tarde, você pode clicar no rótulo Família para filtrar todas as outras mensagens, ou clicar no Acompanhar para mensagens que precisam de um trabalho extra para serem respondidas.

Se você utilizar certos rótulos mais frequentemente que os outros, você pode escolher qual deles deseja exibir na barra lateral do Gmail. Vá para o menu da engrenagem no canto superior direito, depois clique em Configurações e, em seguida, em Marcadores (na aba localizada na parte superior). Ao lado de cada Marcadores do Sistema e quaisquer outros adicionais que você criou, você poderá ver as opções para mostrar e ocultar.

2. Use filtros para classificar as mensagens importantes
Os filtros são uma ótima maneira de classificar automaticamente mensagens com base em vários atributos, como o endereço do remetente, se a mensagem inclui anexos, e se palavras-chave aparecem no assunto ou no corpo do e-mail. Se você pertence a um monte de listas de e-mails ou fóruns, ou você tem um tio que não consegue parar de encaminhamento de fotos de gato e correntes, os filtros são a melhor arma para ajudar você a lutar em suas batalhas organizacionais.

Para configurar um filtro, vá para o menu da engrenagem, clique em Configurações e em Filtros. Selecione Criar um novo filtro na parte inferior. Você terá a opção de inserir critérios, bem como realizar testes para verificar se o filtro está funcionando e coletando as mensagens certas.

Por exemplo, para lidar com muitas mensagens de seu tio, crie um filtro com o endereço de e-mail dele no campo (digamos, uncle@example.com) e clique em Criar filtro com esta pesquisa. Na janela seguinte, escolha a sua ação, você pode atribuir um rótulo e arquivar as mensagens para poupar sua caixa de entrada ou, se você sinceramente não vai chegar lê-las, mande-as direto para o lixo e livre-se da culpa.

Você também pode criar filtros diretamente de uma mensagem que você está lendo. Clique no triângulo invertido ao lado da seta de resposta e no menu dropdown que aparece, escolha Filtrar mensagens como esta.

3. Personalize sua caixa de entrada
O Gmail oferece algumas maneiras diferentes de organizar sua caixa de entrada, com uma útil Caixa de Entrada Prioritária. Passe o mouse sobre o rótulo Caixa de Entrada no topo da barra lateral e clique na seta invertida que aparece ao lado. No menu, escolha a Caixa Prioritária. Sua caixa de entrada vai se quebrar em três seções: Importantes, Com estrela, e Todo o resto.

Marque as mensagens como importantes (usando o botão próximo do assunto) para ensinar o Gmail que aqueles temas e os remetentes devem receber tratamento VIP. A diferença entre marcar uma mensagem como importante ou estrelada é que, uma vez que você ler uma mensagem, ela desaparece da lista importante. Marcar uma mensagem com estrela é como colocar uma tachinha no seu mural - a mensagem só desaparece depois de remover a estrela.

Você também pode personalizar a forma como se comportam essas seções passando o mouse sobre seus nomes e clicando na seta invertida que aparece ao direito delas. Por exemplo, você pode fazer uma seção nova caixa de entrada para exibir as últimas cinco mensagens não lidas com o rótulo que captura todos as suas notificações de fóruns favoritos, ou para o marcador que você utiliza para designar as mensagens de familiares e amigos queridos.

4. Expandir suas estrelas
Mensagens com estrelas (no Apple Mail equivale a uma mensagem sinalizada e é representado por uma pequena bandeira colorida) provou ser uma ferramenta tão útil para marcar mensagens importantes, que o Google decidiu expandir as formas e cores que você pode usar.

Vá para o menu da engrenagem >> Configurações >> Geral, e role a página para ver todas as opções de sua estrela. Dependendo de como você trabalha e as cores que chamam a sua atenção, escolhas, incluindo estrelas roxas, setas laranja, marcas de seleção verdes, Caixas roxas "?" , e muito mais.

5. Habilite a autenticação de dois fatores. Sério.
Pense nisso como um reforço para a sua experiência no Gmail. A autenticação de dois fatores significa que a qualquer momento alguém (incluindo você) tenta acessar sua conta a partir de um novo dispositivo, o Google vai enviar um pin para você por meio de um outro dispositivo que você tenha especificado, como seu celular, antes de conceder o acesso.

Para saber mais sobre como configurar a autenticação de dois fatores - não apenas no seu Gmail, mas também nas redes sociais mais utilizadas - veja nossa matéria especial clicandoaqui. E eu não vou te culpar se você largar tudo, incluindo este artigo, para ler atentamente as explicações e configurá-las.

6. Use os Círculos do Google+ para organizar seu e-mail
Se você usa o Google+, e tem sua lista de contatos organizada nos Círculos, aproveite o trabalho que você fez e adicione filtragem de e-mail automática e conveniência organizacional para o Gmail.

O Google integrou os Círculos da rede social no Gmail para que seus contatos trabalhem mais como grupos ou pastas em outros programas de e-mail. Clique em Círculos, na barra lateral do Gmail, para revelar uma lista recolhível. Em seguida, clique em um dos seus círculos para exibir apenas as mensagens de pessoas que estão neles.

7. Vídeo chat no Gmail
Ferramenta Hangouts do Google+, que permite que até 10 pessoas conversem com você por vídeo, colabore em aplicativos e compartilhe telas juntos, veio para o Gmail no mês passado. Isso significa que você pode lançar uma reunião ou colocar alguns amigos juntos no local, sem ter de sair do seu e-mail. Basta clicar no ícone da câmera de vídeo no topo da lista de bate-papo do Gmail para iniciar um Hangout.

 

fonte: http://idgnow.uol.com.br

Google, Facebook e Mercado Livre divulgam carta em apoio ao Marco Civil

Amanhã, dia 19, o Congresso Nacional vai se reunir para votar o projeto do . Google, Facebook e MercadoLivre divulgaram na tarde desta terça (18) uma carta aberta em apoio ao Marco Civil da Internet, projeto de Lei cuja votação será amanhã (19), no Congresso.

 

De acordo com o texto, assinado por Fabio Coelho, presidente do  Google Brasil, Alexandre Hohagen, vice-presidente do Facebook para América Latina e Stelleo Tolda, COO do MercadoLivre.com, "delimitar os direitos e deveres de usuários, empresários, empreendedores e a sociedade civil como um todo é necessário para que a indústria da Internet cresça e assim possam também surgir novas oportunidades". As empresas pedem que o "projeto seja aprovado o mais rapidamente possível".

Segundo a carta, o Marco Civil da Internet "aumentaria as possibilidades de investimentos e consequente aumento na geração de empregos e renda". Além disso, "também facilitaria a investigação e punição de crimes praticados via internet, de acordo com o devido processo legal, sem perder de vista o objetivo maior: estabelecer um sistema equilibrado de preservação de dados e registros que possibilite a obtenção de provas sem ofensa à privacidade e à liberdade de expressão". 

"Com esse conjunto de leis, teremos o alicerce que vai sustentar o crescimento da economia digital do País, com respeito à liberdade de expressão, sem controle prévio dos conteúdos online e estabelecendo com clareza a responsabilidade de cada voz na Internet", defendem as companhias.

value1

Cancelada reunião de votação do Marco Civil da Internet

A reunião da Comissão Especial do Marco Civil da Internet convocada para esta quarta-feira, às 14h30, para discutir e votar o parecer do relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ) para a proposta enviada ao Congresso pelo Poder Executivo foi cancelada, sem nova data para ocorrer. A expectativa no gabinete do relator é de que o Marco Civil só volte para a pauta depois das eleições municipais, "já que não há nenhum esforço concentrado previsto para acontecer antes disso".

 

De nada adiantou todo o movimento das grandes empresas de Internet e das entidades de defesa do consumidor para que a votação do Marco Civil ocorresse nesta quarta-feira.

marco-civil-da-internet

Ao longo do dia, reportagens na imprensa chegaram a afirmar que a reunião seria adiada caso não houvesse um acordo, para a retirada do texto ,do que o governo consideraria um poder exagerado atribuído pelo deputado Molon ao Comitê Gestor de Internet na questão da orientação dos princípios de neutralidade da rede.

Não está descartada a possibilidade de o relator fazer alterações no texto a ser submetido para discussão. A reportagem do IDG Now! tentou, em vão, entrevistar o relator no fim da noite desta terça-feira para confirmar a informação.

Segundo informações da Agência Brasil, o adiamento da votação, desta vez, foi proposto pelo próprio deputado Alessandro Molon após ser informado de que seriam apresentados votos em separado ao seu parecer, que foi entregue aos deputados da comissão em julho. O relator considerou mais prudente deixar a votação para depois das eleições, uma vez que a presença de deputados será maior, o que possibilitará a aprovação do seu parecer. Segundo Alessandro Molon, a maior resistência para a aprovação do seu relatório diz respeito à chamada neutralidade de rede, um dos pilares do seu parecer.

De acordo com o último texto apresentado pelo deputado Alessandro Molon, e publicado no portal e-democracia, o Comitê Gestor deveria ter um papel na elaboração de recomendações para a adequada delimitação das hipóteses permitidas de discriminação e degradação de tráfego, regulamentadas por decreto presidencial. Ainda segundo o atual texto do Marco Civil, os dois casos em que são aceitáveis a degradação e discriminação do tráfego internet permanecem os mesmos: requisitos técnicos indispensáveis à fruição adequada dos serviços e aplicações, e priorização a serviços de emergência.

Esta é a segunda vez que a votação do Marco Civil é adiada em função da falta de acordo com o governo sobre a questão da neutralidade da rede. Em julho o governo forçou mudanças na primeira versão do parecer. Na época, o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, chegou a afirmar que a nova redação submetida à votação atendia mais os interesses do governo. "Para ser bem sincero, não era exatamente a nossa opção, mas também não achamos que cria problemas. Como não foi votado, vamos estudar melhor”, disse do ministro, garantindo que as negociações continuariam. Uma manobra regimental, então, provocou o adiamento da votação, por falta de quórum.

O ministro foi bem claro ao dizer que gostaria que a redação do Marco Civil deixasse  a responsabilidade de regular a neutralidade de rede aos cuidados da Anatel. “Nossa opção era manter isso como atribuição da Anatel, e não transferir para o CGI, porque como vamos ter uma organização social fazendo normas para serem seguidas pela sociedade e pelo governo”, disse ele na ocasião.

Agora, o governo trabalha para que não haja modificação no texto original, submetido pelo Poder Executivo ao Congresso, que vinculava o princípio da neutralidade de rede à regulamentação posterior.

O que é neutralidade de rede?

Resumidamente, o conceito “neutralidade de rede” é a ideia de que provedores de Internet não têm o direito de bloquear, degradar ou cobrar um valor extra pelo conteúdo legal e os aplicativos que rodam na rede – um preceito que tem guiado a internet desde a sua criação, mas que nunca foi definido na forma de lei.

Por princípio, a filtragem ou os privilégios de tráfego devem respeitar apenas critérios técnicos e éticos, não sendo admissíveis motivos políticos, comerciais, religiosos, culturais, ou qualquer outra forma de discriminação ou favorecimento.

Por que você deve se importar?

Em última instância, a violação da neutralidade da rede pode impedi-lo de acessar conteúdos ou serviços pelos quais você tenha pago. Já aconteceu, em outros países. O primeiro caso conhecido se deu quando uma operadora americana proibiu seus usuários de usar VoIP (Voz sobre IP) e, mais tarde, a Comcast usou métodos questionáveis para evitar que seus clientes fizessem muitos downloads.

value1

Twitter re-escreve perfis com foto de capa tipo Facebook

twitter-novo-perfil01Parece que a moda das fotos de capa pegou. O Twitter anunciou um novo visual, bem parecido com a aparência do Facebook e do Google+. Agora, os usuários poderão adicionar uma foto de capa, além da foto do perfil.

 

O CEO da "rede social de 140 caracteres", Dick Costolo, apresentou a novidade nesta terça-feira, 18/9, no programa Today Show e falou sobre a colocação de um novo foco em fotos de usuários e perfis. "Os usuários querem trazer mais de sua personalidade para suas páginas de perfil", disse Costolo.

A novidade poderá ser vista por todos os usuários da rede, desde os adeptos aos desktops e notebooks, até em smatphones e tablets Android e iOS. Para ver como os perfis devem aparecer com a repaginada, clique aqui.

Outra novidade divulgada pela empresa são as atualizações dos aplicativos para iPad, iPhone eAndroid. Segundo o gerente de produtos do Twitter, Sachin Agarwal, as fotos dos usuários aparecerão abaixo dos tuítes. "Deslize por meio do streaming de fotos para ver outras imagens que o usuário compartilhou, ou toque em qualquer miniatura para visualizá-las em tela cheia", disse.

Como atualizar o seu perfil pelo site

Para definir a sua imagem de cabeçalho é bem simples.

Clique no botão "Conta", localizado no topo da página inicial do seu perfil entre o botão "#Descobrir" e a caixa de buscas, e depois em "Editar Perfil". Logo em seguida, selecione a opção "aparência" no menu do lado esquerdo da tela. Role a página até o "Personalize o seu" e clique em "Alterar capa" para selecionar uma nova imagem para o seu cabeçalho (como mostra a imagem abaixo).

Escolha a foto, espere carregar, aumente ou diminua a imagem e a posicione do modo que preferir. Depois disso, basta salvar as alterações e pronto, você tem agora uma capa no seu perfil.

Você também pode clicar aqui e ir direto para a página para modificar o perfil. Vale lembrar que as dimensões mínimas para a imagem são de 1252 x 626 pixels e o tamanho máximo do arquivo é de 5 MB.

Dispositivos móveis

Antes de qualquer coisa, você deve atualizar o seu aplicativo para que habilite a nova função do Twitter. Depois disso, você vai perceber que a interface estará diferente. No iPad, por exemplo, procure no menu ao lado esquerdo o botão "Conta". Clique nele e depois vá até a engrenagem embaixo da foto, selecione "editar perfil" e depois clique onde estiver escrito "título" para escolher uma foto de capa.

Nos outros dispositivos móveis o passo a passo é basicamente o mesmo. Vale lembrar que, em equipamentos que possuem câmera, também é possível optar por tirar uma foto em vez de selecionar uma que esteja salva em seu seus arquivos.