value1

Facebook prova que é capaz de ganhar dinheiro com mobilidade

Facebook-frasesO Facebook tem mostrado à Wall Street que está finalmente começando a descobrir como ganhar dinheiro com sua vasta gama de usuários móveis.

 

Seu relatório financeiro do terceiro trimestre, que apresentou um aumento significativo de usuários e receita móveis, mostrou-se animador para analistas financeiros e investidores. Estes há muito tempo criticam a rede social por sua falta de estratégia móvel.

“O Facebook teve que provar que poderia lucrar com mobilidade", disse Ezra Gottheil, analista da Technology Business Research. "Agora ele já conseguiu e, se ele pode lucrar certa quantia, pode ter ainda mais. Uma vez que eles encontraram uma maneira, o crescimento é quase inevitável".

Os resultados financeiros do terceiro trimestre divulgados nesta terça-feira (23) mostraram que as vendas de anúncios móveis de 150 milhões de dólares representou 14% da receita total do Facebook, de 1,26 bilhão. A receita total cresceu 32% e superou as expectativas dos analistas. A empresa registrou um prejuízo de 59 milhões de dólares, o que não assustou os investidores. 

As ações da rede social haviam fechado em 19,50 dólares – um pouco abaixo de seu preço de 38 dólares na IPO em maio - na bolsa de Nasdaq na terça-feira (23), antes de o FB divulgar seus resultados trimestrais. Nesta quinta-feira (25), a cotação estava em 22,74 dólares. A reação dos investidores foi uma boa notícia para uma empresa que tomou uma surra pública desde sua IPO sem brilho em maio passado.

O relatório de ganhos observou que o número de usuários móveis ativos por mês atingiu 604 milhões no terceiro trimestre, um aumento de 61% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Facebook também notou no relatório que fechou a compra do Instagram, um aplicativo de compartilhamento de fotos popular, redesenhou seu aplicativo iOS e emitiu novas ferramentas de desenvolvimento para iOS e Android.

"Eles ainda precisam estourar a boca do balão e aproveitar a grande oportunidade dentro do espaço móvel, mas isso mostra que eles têm feito algum progresso", disse Brad Shimmin, analista da Current Analysis.

value1

Meus Dados… Eu protejo, Tu proteges… E eles?

protegido1Falando de dados sociais ( dados esses que nós, amigavelmente, cedemos para o mundo externo, sem ninguém nos pedir, expostos em redes sociais das mais diversas), estamos falando de um dado que talvez nem você saiba que faz parte… O Dado de desenvolvimento e homologação (Criei isso agora…) 



Vamos aos conceitos para poder desenvolver o raciocínio. 

Dados Sociais: Encontrados em redes sociais das mais diversas desde dados pessoais, rede de relacionamento, interesses, profissional, hobby, etc. Esses nos tornam vulneráveis a famigerada engenharia social, tanto à ativa, quanto à marginal. Engenharia ativa na qual nós somos o alvo direto, e a marginal onde nós somos um pedaço de um plano maior que tem como alvo algo que nos relaciona direto, como outra pessoa ou companhia. 

Dados de Desenvolvimento e Homologação: Estudos recentes na área de segurança da informação revelam que, 65% das grandes empresas não se preocupam em mascarar os dados que são utilizados em desenvolvimento de sistemas ou homologação dos mesmos, ou seja, imagine que os seus dados de pagamento (com exceção o número do cartão de crédito, isso é o que espero das empresas certificadas em PCI) estão em uma base de desenvolvimento acessados por programadores, analistas e consultores. Esses dados podem ou não serem usados para uma atividade maliciosa. 

Apenas 12% das empresas usam alguma solução de Data Masking (solução que "embaralha" dados em bases de homologação sem deixar perder a qualidade das informações levando em consideração o escopo das operações) e 23% usam soluções ou práticas parciais de proteção desses dados. 

Apesar de nós humanos normais não termos muito poder na segurança desse tipo de dado, fica para os gestores de áreas, que de alguma forma interagem com essas informações em fase de desenvolvimento e homologação, o cuidado… Pois em breve uma companhia poderá ser responsabilizada por vazamento de dados, mesmo em sistemas não produtivos. 

Em um ataque estruturado os alvos principais deixaram de serem só bases produtivas, ou seja, as bases de dados operacionais e transacionais, pois hoje temos em ambientes de homologação espelhos em D – N dias dos sistemas de produção e sem dúvida alguma com acesso muito menos restritos ou complexos, quando comparados à sistemas de produção. 

Sistemas de Dynamic Data Masking podem ser encontrados para vários escopos, então se em sua empresa o uso de dados reais em sistemas de homologação é uma prática, sugiro criar um plano de médio prazo para ajustar os níveis de segurança da informação com as necessidades operacionais da empresa. 

Para uma fraude bem sucedida apenas informação é necessária, e quando se pode obter essas informações em lugares menos protegidos, melhor ainda. 

Ops!! Será que a financeira que paga minha moto está usando meus dados em seus sistemas de homologação? Espero que usem o Dynamic Data Masking.

value1

Como vender pela internet

tvcash1-291x300Para vender pela Internet você não precisa de conhecimento em informática, nem mesmo dominar o segredo das redes sociais e muito menos ser um especialista em e-commerce. Para você vender pela Internet o mais importante é dedicação. Ou seja, quanto tempo você está disposto a investir no projeto de sua Loja Virtual.

 

Esta lição é particularmente importante para os novos empreendedores no “mundo virtual”, muitos dos quais têm pouco de perspectiva sobre o nível de esforço necessário para que uma loja venda pela Internet. Não estamos falando de tecnologia, essas já estão bastante maduras, mas a dedicação ao negócio online.

Uma Loja Virtual não é muito diferente de uma loja física, de rua. A grande vantagem é que ela está instalada na maior avenida do mundo, a Internet.

Escolhida a plataforma de Loja Virtual, monte as páginas dos seus produtos de forma muito clara e objetiva. Lembre-se, você terá alguns segundos para conquistar a atenção do seu cliente. Tenha boas fotos dos produtos e descrições caprichadas.

Disponibilize canais de comunicação com os seus clientes (telefone, e-mail, chat etc.) e responda rápido. Esse pode ser um diferencial de uma pequena Loja frente às grandes MegaStores.

Esteja atento com a entrega dos produtos, não prometa prazos que não pode cumprir. Informe de forma muita clara o passo a passo da entrega do produto (aprovação de crédito, despacho, correios etc.).

Lembre que uma loja, de rua ou virtual, precisa de visita de clientes para vender. Não adianta montar uma loja virtual, se você não tiver um plano de divulgação. Todo dia você deve pensar em ações para ter visitantes em sua Loja Virtual. Pode começar com campanhas por e-mail (e-mail marketing). Se você já tem base de clientes, comunique-se com ela. Informe sobre ofertas e promoções, dê vantagens para quem compra na sua Loja Virtual. Use seu relacionamento nas redes sociais para divulgar sua Loja e produtos.

Quando for fazer anúncios pagos, recomendamos buscar apoio profissional para não jogar dinheiro fora. Uma campanha bem montada gera a quantidade de vendas considerando o quanto você está disposto ou pode investir. Acompanhe os relatórios e veja quais ações dão resultado. Não tenha medo de testar. O processo de vendas é um eterno teste.

Então, você fez a venda, e agora você está planejando maneiras de seduzir o próximo cliente. Antes que você pense sobre isso, descubra como você faz para que um mesmo cliente volte a comprar na sua Loja.

Um simples e-mail follow-up pode ser tudo o que precisa para fazer um cliente comprar de você novamente e novamente. Mostre interesse pela satisfação do cliente, ofereça novos produtos ou complementares a sua última compra.

Envie e-mails para lembrar os clientes que você ainda está por perto. Se você vende sabão e sabe que a duração média de tempo que leva para usar uma barra é de duas semanas, verifique se está desencadeando um e-mail, duas semanas depois a um cliente que comprou uma barra de sabão com um lembrete para comprar novamente. Se você tiver um cliente que sempre compra chocolate escuro de sua Loja, mande chocolate escuro de presente pelo seu aniversário.

Lembre-se de dar aos clientes a oportunidade de “opt out” de seus e-mails. Ou seja, respeite se ele não quiser mais receber seus e-mails.

O Planejamento e construção de uma boa Loja Virtual pode ser desafiador, mas a recompensa será o aumento de vendas, maior relacionamento com os seus clientes e lucro para seu negócio.

fonte: http://ecommercenews.com.br

value1

Facebook sofre com saída de executivos do alto escalão

Facebook-frasesO Facebook pode estar enfrentando uma fuga de executivos, com vários dos melhores talentos da empresa decidindo, nos últimos meses, buscar novos projetos em outros lugares.

 

No último fim de semana, Joanna Shields - vice-presidente e diretora geral de operações da companhia na Europa, Oriente Médio e África - se tornou a mais recente executiva de alto perfil a deixar a empresa, desde o IPOem maio.

O anúncio de que Shields deixará o  Facebook para tornar-se executiva-chefe do Tech City Investment Organisation (TCIO), do governo do Reino Unido, segue uma sequência de partidas de executivos. Isso inclui o CTO Bret Taylor, o diretor de plataforma Carl Sjogreen e o influente engenheiro Ari Steinberg, que anteriormente deixou o escritório do FB em Seattle.

Três outras partidas recentes de executivos de negócios incluem o chefe de parcerias Beard Ethan, a diretora de plataforma de marketing Katie Mitic, e o gerente de plataforma de marketing Jonathan Matus. Segundo o analista Richard Holway, do TechMarketView, a decisão de Shields neste momento é interessante, dado que a parte das ações destinadas aos funcionários antes ou durante a IPO expira em 14 de novembro. Ele disse que muitos acreditam que esse é um período de testes para o FB.

"As contas do Facebook na Companies House revelam que cerca de 90 funcionários do Reino Unido entregaram 7,3 milhões de ações - no valor de cerca de 140 milhões de dólares, mesmo ao preço baixo de hoje", disse Holway. "Não foi revelado quanto Shields recebeu, mas, sendo a pessoa de cargo mais alto, é de se esperar algo considerável”. Holway disse que isso pode explicar porque Shields estava disposta a aceitar um salário anual de aproximadamente 184 mil dólares na TCIO, conforme relatado pelo Telegraph "Há suspeitas de que ela não está fazendo mudando de emprego pelo dinheiro", disse ele.

Parece que os executivos estão muito mais dispostos a sair do Facebook agora do que há alguns meses, quando a rede social ainda era tida como a empresa mais popular e com o crescimento mais rápido do mundo. A IPO decepcionante da empresa, que viu sua queda de preço de 38 dólares para 20 dólares em cinco meses, pode ter convencido alguns funcionários que era hora de seguir em frente. Não há dúvida de que o Facebook é tão popular como nunca com os usuários, com mais de 1 bilhão de pessoas fazendo login no serviço de rede social a cada mês - quase um sétimo da população mundial.

No entanto, o FB pode precisar fazer algumas mudanças para manter seu talento superior e evitar que altos gerentes sejam atraídos por oportunidades mais desafiadoras e gratificantes em pequenas empresas e start-ups.

fonte: http://idgnow.uol.com.br

value1

LinkedIn agora permite que empresas postem vídeos publicitários

O LinkedIn está lançando vídeos publicitários no mundo todo, anunciou a rede social profissional. As informações são doMashable.

As companhias agora podem promover suas marcas usando anúncios de vídeo por meio da “LinkedIn Ads”, plataforma do site que diz que permite que os usuários controlem custos, pay per view, cliques e até encerrem suas campanhas. Até agora, as empresas só podiam anunciar por meio de texto e imagem para os 175 milhões de membros do LinkedIn.

 

Os anúncios em vídeo serão exibidos em blocos de tamanho 300x240, e irão competir pela atração dos usuários da mesma forma que os anúncios de texto e imagem, de acordo com Will Hambly, gerente de marketing online da rede social.

video-no-LinkedIn

Imagem publicada pelo Mashable mostra novidade anunciada pelo LinkedIn

“Quando um membro estiver engajado e clicar em seu anúncio de vídeo, o mesmo irá assumir todo o bloco de 300 × 250 e reproduzir um vídeo de 30 segundos”, escreveu ele em um post de blog. "Depois que o vídeo for concluído, os usuários ainda poderão clicar para sua página de destino ou visitar seu site, assim como com os anúncios atuais”.

As empresas têm a opção de importar novos vídeos ou usar aqueles já enviados para seu canal do YouTube, ainda de acordo com o Mashable. Esta última forma pode ajudar a capturar novas audiências para o LinkedIn enquanto continua atraindo telespectadores para o site de compartilhamento de vídeos.

Na semana passada, o LinkedIn anunciou um novo visual para páginas de perfil e estreou novos recursos, juntamente com as versões atualizadas de seus apps.

value1

Twitter planeja mudar nome do recurso 'favoritar' para 'star' ou 'Like'

Alguns usuários estão vendo o termo 'Like' ou 'Star' aparecendo no Twitter.com no lugar do tradicional 'Favorite'. A nova terminologia está aparecendo apenas  para alguns usuários, que parecem ser um conjunto limitado até agora. As informações são do site The Next Web.

 

O termo “favoritar” têm sido parte do Twitter desde o começo da história do site, e está disponível  pelo menos desde 2008,segundo o TNW . Em maio, os tuítes foram redesenhados para deixar os 'favoritos' mais proeminentes

E aqui está como o "Like" se parece (enviado ao site pela usuária @MadLid)

favoritar

Imagem enviada ao The Next Web mostra como o recurso aparece para alguns usuários

Pela imagem enviada, é possível notar que a empresa estuda apenas a troca do termo, sem alterar suas reais funções. Rumores dão conta de que o recurso “Favoritos” do Twitter  tem sido utilizado literalmente bilhões de vezes. 

O site  checou com o microblog para ver se isso era uma rotina oficial de algum tipo de teste , mas a companhia se recusou a comentar.

value1

Sete aplicativos que tiram o máximo do HTML5

noticia img html5 html5O HTML5 já tem alguns anos de idade e não é mais uma curiosidade. Espera-se que páginas web que costumavam simplesmente emular uma folha de papel, agora, façam algo sofisticado para justificar sua existência. Graças ao HTML5, junto com inovações no JavaScript e CSS, a lógica interativa é uma estratégia padrão para a programação Web, aplicativos bem desenvolvidos estão em todos os lugares. Tudo o que é necessário são algumas tags extras para reescrever o software em forma de página Web. 

 

Pelo menos essa é a visão. E as pessoas têm aceitado ela. Gerentes de TI adoram a promessa do HTML5 e da nuvem, pois isso significa instalar um aplicativo no desktop – o navegador – e esquecer todo o resto. Os programadores o amam porque o HTML5 é, muitas vezes, tão simples como colocar algumas tags nos locais corretos, apesar de que o CSS pode, ocasionalmente, nos enlouquecer. Os contadores o adoram porque os Web Designers são mais baratos e mais abundantes do que os programadores C++. Administradores estratégicos o adoram, pois eles não precisam pedir permissão aos fabricantes de smartphones a fim de entrarem na loja Web deles.

É claro que todos nós sabemos que esta visão nasceu muito antes do burburinho do HTML5. Apenas levamos mais tempo para compreender o sonho que os criadores originais do JavaScript criaram, no qual todas as páginas Web seriam aplicativos interativos. E as técnicas em utilização são uma mistura do que há de novo, e do que já existia muito antes de o padrão HTML5 crescer tanto. O resultado são aplicativos, e suítes de aplicativos, que oferecem a maior parte das funcionalidades que um negócio iria querer.

Vejamos, a seguir, como sete poderosos aplicativos estão implementando a visão do HTML5 e como um famoso caluniador perdeu seu amor pela coisa mais importante da Web. Todos são bons exemplos de como tirar o máximo do HTML5, Javascript e do CSS, enquanto se evita as duras verdades de depender de tecnologias Web para entregar seu valioso aplicativo aos usuários.

1:: Zoho
Existem pelo menos 33 aplicativos na coleção Zoho. Alguns são aplicativos básicos de produtividade, como um processador de texto, e outros, como o aplicativo Zoho CRM, são mais semelhantes a bases de dados estruturadas para armazenar informações sobre clientes e usuários. O Zoho encontrou de forma sábia um caminho para trabalhar com o Google Apps, assim você pode utilizar o melhor de ambas coleções.

As ferramentas do Zoho dependem em muitas partes da especificação HTML5, mas não tanto quanto você imagina. As ferramentas de edição fazem a maior parte do trabalho de layout, utilizando regras CSS cuidadosamente criadas. A lógica de edição é toda tratada pelo código do Zoho, e eu não consegui encontrar a nova tag de conteúdo HTML5 editável em nenhum dos documentos que olhei. Se o conjunto de características é complexo, pode ser mais fácil não confiar no navegador para lidar com a edição.

Vários aplicativos Zoho abrem bases de dados utilizando o armazenamento local ou a API de armazenamento de sessão. Eles podem empurrar pares de chave/valor para utilização posterior.

Outras partes do conjunto de ferramentas do HTML5 são óbvias. O criador de formato lhe permite arrastar e soltar elementos nos locais desejados. Os dados, no entanto, parecem estar utilizando seus próprios ganchos internos em vez das novas ferramentas para validação de formulários.

2:: Google Docs
Para mim, o momento de definição veio quando editei um documento concorrentemente com alguém em algum lugar distante. Nossas mudanças fluíram entre nós e o trabalho foi feito. O Google Docs não oferece tantas ferramentas como o Microsoft Office, mas sua integração com o Gmail agiliza o inicio da utilização da alternativa online do Google ao Office.

A maior parte do aplicativo parece utilizar HTML básico para fazer todo o trabalho. As tabelas, textos e figuras são dispostos com o HTML, e cliques do mouse controlam as ações. O armazenamento local é alocado, mas não houve muitos pares de chaves/valores que pude encontrar na base de dados de meu navegador após uma utilização extensiva.

A Google é conhecida por construir muitas de suas ferramentas baseadas em Web com o Google Web Toolkit (Kit de Ferramentas Google Web), que traduz todo o conteúdo Java em JavaScript. Ela é bem focada para trabalhar com muitos navegadores, incluindo alguns de gerações anteriores. Ainda pode demorar até que o Google comece a depender do HTML5. Isto é um pouco irônico, dado que o Google Chrome, muitas vezes, possui uma das melhores pontuações no HTML5Test (Teste HTML5), uma página de internet que verifica o desempenho de um navegador.

3:: Presentation.js e outros aplicativos para slides
Existem mais de meia dúzia de bibliotecas HTML5 para criar conjuntos de slides em HTML, em vez de utilizar o PowerPoint, incluindo a Presentation.js, Impress.js, Fathom.js, reveal.js e o CSSS. As imagens e textos são exibidos e rotacionados pela tela, fazendo com que slides comuns do PowerPoint tenham uma aparência entediante e fora de moda. Se seu público dormir, será sua culpa.

O núcleo do programa utiliza HTML básico para exibir seus slides em DIVs, dando coordenadas absolutas. À medida que você navega através do programa, ele utilizará as transformações do WebKit para modificar o ponto de vista desses DIVs por meio do deslocamento, giro ou até mesmo da rotação em 3D. Todas as novas adições HTML5 ao motor de layout do CSS e ao objeto de tela estão disponíveis para utilização na criação de seus slides.

A abordagem é surpreendentemente simples para algo que aparenta ser tão impressionante. Caso você possa escrever sua mensagem em HTML utilizando as fontes e tags padrão, o JavaScript fará o resto.

4:: Aviary
Criar um bom editor de texto em JavaScript e HTML é algo desafiador, mas criar um editor de fotos é algo ainda mais impressionante. Muitas das ferramentas importantes para correção de fotos estão disponíveis como botões em um aplicativo que simplesmente é executado em seu navegador. O Photoshop pode custar centenas de dólares, mas o Aviary possibilita a maior parte das ferramentas que uma pessoa normal utiliza, por quase nada.

O Aviary utiliza o objeto de tela do HTML5, uma adição surpreendentemente complicada ao HTML. O padrão oferece as formas básicas de escrever textos ou linhas, e vários aplicativos web utilizam essas características para desenhar gráficos. Mas, debaixo de tudo isso, existe uma vasta coleção de ferramentas para trabalhar com pixels individualmente. Isto é o que o Aviary utiliza para algumas das melhorias mais sofisticadas.

5:: Scribd
O Scribd começou como um elaborado aplicativo em Flash para exibir documentos. Seu objetivo era tornar-se o repositório líder mundial para documentos na internet, e apenas o Flash deu a ele o suporte de fonte e a precisa colocação necessária para renderizar de forma precisa a vasta gama de documentos que o mundo já produziu.

Duas características principais possibilitaram que o Scribd duplicasse muito disso através da tela e fonte do HTML5. As melhorias de fontes web possibilitaram que o Scribd capturasse melhor as fontes utilizadas nos documentos. Até recentemente, a maior parte dos navegadores tinha acesso apenas a alguns exemplos básicos de fontes do tipo serif, sans serif e mono espaçadas.

A tela melhorada do HTML5 possibilita que o Scribd desenhe essas letras e outros bitmaps em posições arbitrárias na tela. A versão em HTML5 do Scribd hoje é mais simples devido às incompatibilidades causadas pelo fato de que ter de utilizar um complemento Flash está fora de moda. As outras características do navegador também se aplicam aos documentos – o que não iria ocorrer ao depender do complemento Flash. Você pode, por exemplo, selecionar sentenças ou palavras diretamente com os cliques do mouse. Voilá. Documentos complexos agora são tratados como outros sites normais.

6: HootSuite
Quando o grupo do HootSuite começou a construir uma plataforma para unir todas as redes sociais em nossas vidas, ele reconheceu que o HTML5 era a plataforma natural. O HootSuite utilizaria a Web para agregar a Web. A ferramenta resultante permite que você observe todas as suas redes sociais em apenas um site central, uma ferramenta que o HootSuite presenteia aos usuários normais e vende para empresas e usuários corporativos.

Os servidores do HootSuite coletam todos os seus dados sociais após utilizarem a autenticação OAuth para conectar com suas contas sociais. Os servidores enviam isto para seu navegador utilizando chamadas AJAX, e o layout do navegador faz o resto.

O aplicativo Web utiliza extensivamente a base de dados local de armazenamento de chaves/valores do HTML5 para guardar informações e limitar a quantidade de tráfego web. Isto é mais útil para usuários móveis ou qualquer um que esteja em um plano medido para conectar-se à internet.

7:: Angry Birds
Nós o conhecemos e o amamos como um aplicativo para seu iPad, mas você pode obter uma cópia de Angry Birds a partir do Google Chrome e pode executá-lo em seu desktop, por meio de um navegador. Existem até mesmo anúncios na parte superior da tela, igual a qualquer outro site normal.

Agora você pode brincar com seu navegador da mesma forma que faria com seu smartphone.

A envenenada tag de tela do HTML5 e suas várias linhas de operação são o coração do Angry Birds, assim como em muitos outros jogos HTML5, como o Atari Arcade, feito pela Microsoft. A rotina dá aos programadores tudo o que eles precisam para desenhar as artes do jogo. Muitas das antigas bibliotecas (tais como a biblioteca de física) no núcleo do Angry Birds que foram criadas para o Flash, estão sendo reescritas para possibilitar que aplicativos HTML5 desenhem na tela.

Tirar o Flash do jogo promete eliminar todos os glitches que apareceram quando o plugin Flash e o navegador não eram compatíveis.

E qual o problema com o aplicativo móvel do Facebook?
Alguns que investiram pesadamente no HTML5 estão recuando.

O CEO do Facebook, Mark Zuckeberg, chamou de um grande erro estratégico criar os produtos móveis do Facebook utilizando o HTML5. As soluções funcionaram, mas eram lentas e cheias de problemas, pois os navegadores simplesmente não eram rápidos o suficiente para lidar com todos os dados. Aplicativos nativos eram muito mais rápidos na tarefa de limitar a utilização de memória e, isso é, muitas vezes, a limitação mais importante para um programador trabalhando em uma plataforma móvel.

Os fãs do HTML5 reconhecem essas queixas, mas não é como se os aplicativos nativos sejam perfeitos, fáceis de criar e portáteis. A solução, eles dizem, é manter suas aspirações em xeque e utilizar o melhor das novas ferramentas. Não tente exibir milhares de triângulos em um jogo de tiro em primeira pessoa que funciona a partir do navegador. Trabalhe com as novas tags e melhorias de fundo tais como a base de dados local. Comece através de um editor simples e construa lentamente.

A vantagem do HTML5 é que você pode lançar novas ferramentas, uma por vez, sem pedir que o usuário passe por toda a celeuma de uma atualização.

fonte: http://cio.uol.com.br/

value1

Dez apps essenciais para os empreendedores

iPhone5Ferramentas de trabalho

São Paulo – Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech e presidente da Associação Brasileira de Startups, é um exemplo de empreendedor que vive na estrada e que não dispensa o uso de aplicativos para smartphones e tablets no seu dia a dia. “Com os apps certos, consigo ter agilidade para lidar com tarefas burocráticas e tenho em meu gadget as mesmas funcionalidades que teria em um escritório”, explica.

 

Por isso, a pedido de EXAME.com, Caetano listou os seus aplicativos favoritos e que se tornaram importantes ferramentas para garantir o bom andamento dos negócios. Confira nesta galeria de imagens, os dez aplicativos essenciais para os empreendedores.

EvernoteEVERNOTE

O aplicativo tem como objetivo facilitar o armazenamento de tudo o que o empreendedor considerar importante, entre arquivos de texto, áudio e imagens. Também permite o compartilhamento do que estiver armazenado com colegas de trabalho, por exemplo.

Prático, o Evernote possibilita a sincronização dos arquivos com vários aparelhos, como smartphones, tablets e desktops. “O bacana do Evernote é que é um lugar no qual você pode escrever suas ideias ou armazenar artigos para ler depois. Tudo fica na nuvem, sincronizado com os seus devices”, explicou.

O Evernote conta com uma versão gratuita e outra paga, com mais funcionalidades como, por exemplo, maior capacidade de armazenamento, acesso off-line aos blocos de notas e a possibilidade de realizar pesquisa em documentos PDF.

Para baixá-lo, basta acessar o site do próprio app, que está disponível para iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry.


 

GENIUS SCAN+

Para Caetano, que está sempre na estrada, outro app que pode facilitar, e muito, a vida de um empreendedor é o Genius Scan+. Como o próprio nome sugere, este aplicativo transforma o seu gadget em um escâner portátil. Com a câmera do aparelho, o app fotografa e digitaliza os arquivos.GeniousScan

O app ainda permite que os arquivos sejam enviados por e-mails, em formatos populares como JPEG ou PDF. “Outro dia, estava em São Paulo, mas precisava assinar um documento e enviá-lo para Belo Horizonte. Então, o papel foi mandado pra mim, eu assinei e reenviei escaneado”, contou.

O download do app para aparelhos iOS custa 2,99 dólares. Já no que diz respeito aos gadgets com Android, o Genius Scan+ custa 2,21 reais. Usuários de Windows Phone também podem baixá-lo por 1,49 dólar.


 

GeckoboardGECKOBOARD

Este aplicativo indicado por Caetano tem como foco os empreendedores que precisam estar sempre ligados no desempenho dos seus negócios. Ele reúne informações e métricas importantes como, por exemplo, relacionadas às vendas ou aos acessos ao site da empresa.

“Na Samba Tech usamos este app no browser e em televisões espalhadas pelo escritório”, explica Caetano. Ele conta ainda que tem uma versão deste aplicativo no seu próprio smartphone, para manter o olho aberto nas operações da Samba Tech. “É uma ferramenta de Business Intelligence e reúne toda a inteligência da empresa em um só lugar”, finaliza.

No site oficial do app, é possível adquirir o app em pacotes cujos preços variam entre 19 e 199 dólares mensais. Mas há também uma versão gratuita para quem desejar testar o app.


 

CLEAR

Um aplicativo simples e que tem o objetivo de facilitar a vida dos empreendedores, o Clear é uma espécie de lista de tarefas virtual. Com ele, é possível organizar todos os compromissos e produzir várias listas de tudo o que precisa ser feito. Além disso, o usuário pode colocar todos os itens em ordem hierárquica.Clear

Ao indicar este aplicativo, Caetano lembra que testou outros no mercado, mas a simplicidade do uso do Clear o conquistou. “Em minha opinião, entre os aplicativos em estilo de lista, este é o que tem o melhor design e melhor usabilidade”, considera.

Este aplicativo conta com versão apenas para iPhone, iPad e iPod touch e pode ser baixado por 1,99 dólar.


 

DropboxDROPBOX

Dropbox permite que o usuário armazene na nuvem arquivos que podem ser compartilhados com outras pessoas. Além disso, oferece a sincronização com vários aparelhos. “Com ele, organizo todas as minhas coisas em um só lugar e posso, por exemplo, acessar de casa tudo o que tenho no computador do trabalho”, diz o CEO.

O Dropbox não é exatamente uma novidade no mercado, mas a sua proposta de mobilidade foi o que fez dele um dos preferidos de Caetano. “Empreendedor não tem horário fixo de trabalho e o legal do Dropbox é que posso levar apresentações e documentos sempre comigo, sem precisar carregar pen-drives”.

O app tem uma versão gratuita, que oferece 2 GB de armazenamento, e conta com pacotes maiores por preços variados. O seu download pode ser feito iPhone, iPad, Android e Blackberry, além de PC, Mac e Linux.


 

YAMMER

Segundo Caetano, uma das reclamações mais frequentes em pesquisas de clima realizadas na Samba Tech era que os funcionários não sabiam o que acontecia no dia a dia de outras áreas. Então, para resolver o problema, resolveram montar uma rede social restrita à equipe no Yammer.Yammer

“Vou a uma reunião e publico para todos o que será conversado. Assim, toda a empresa fica plugada no que acontece e no que o seu CEO está fazendo”. Agora, explica Caetano, a comunicação entre as áreas está mais ágil e toda a equipe está sempre na mesma página.

O app é compatível com vários sistemas operacionais como iOS, Android, Windows Phone e Blackberry. O download do app é gratuito, mas o preço do desenvolvimento de um espaço para empresas na rede social deve ser consultado no site do próprio Yammer.


 

LinkedInLINKEDIN

O app da rede social profissional que acaba de atingir a marca de 10 milhões de usuários no Brasil, é outra indicação de Caetano. Segundo ele, navegar pelo LinkedIn é uma boa maneira de se manter atualizado com sua rede de relacionamento e também na prospecção de clientes.

“Agora também o utilizamos para contratação. O app é uma ferramenta bem completa e por isso até escolhi assinar uma conta premium para ter acesso a funcionalidades mais avançadas”, explica.

O app é gratuito e está disponível em vários idiomas, português inclusive. Além disso, pode ser baixado em iPhones, iPads, aparelhos Android, Windows Phone e também BlackBerry.


 

TWEETDECK

Este app permite que usuários da rede social de microblogs, Twitter, consigam gerenciar vários perfis ao mesmo tempo. E é justamente por isso que o TweetDeck está entre os favoritos de Caetano.Tweetdeck

Além organizar seu perfil pessoal e os da Samba Tech, Caetano usa o TweetDeck para ter acesso a informações importantes das contas, como estatísticas, também por ele oferecer a possibilidade de agendamento de tuítes.

O app do TweetDeck está disponível apenas para iPhone, iPad e aparelhos Android e o seu download é gratuito na App Store e Google Play.


 

WhatsappWHATSAPP

O WhatsApp é um aplicativo que, através da conexão de internet, permite que usuários de diferentes smartphones consigam trocar mensagens sem ter que pagar fortunas para as operadoras de telefonia. O app funciona como uma espécie de chat e permite também a criação de grupos, para a comunicação entre vários usuários diferentes, além da também a troca de arquivos.

“Usamos para manter uma comunicação fácil e rápida entre toda a equipe”, diz Caetano. De acordo com ele, o bacana do aplicativo é que é possível trocar informações sem gastar dinheiro com mensagens ou ligações. “Inclusive, quando preciso fazer ligações com o celular, uso bastante o app Viber”, acrescenta.

O WhatsApp pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android, Windows Phone, BlackBerry, Symbian e Nokia S40. Para iPhone, o app custa 0,99 dólar. O Viber, indicado para quem quer fazer ligações, também é gratuito e roda em aparelhos iOS, Android, Windows Phone, BlackBerry, Nokia e Bada.


 

INSTAGRAM

Um dos apps de fotografia mais populares em toda a web, o Instagram também faz parte da lista de apps essenciais para os empreendedores. Isso porque, segundo Caetano, o app pode ser usado como uma ferramenta de comunicação e marketing da empresa.Instagram

“Outro dia, recebemos um executivo do Google na Samba Tech e então, tiramos uma foto e publicamos no Instagram”, contou. É uma forma de se manter em contato com clientes e com o público que segue as novidades da empresa nas redes sociais.

O download do Instagram é gratuito e o app está disponível para iPhone, iPad e Android.

 

value1

Não vire as costas para o HTML5

noticia img html5 html5Apesar das dores de crescimento de uma tecnologia ainda em desenvolvimento, programadores devem investir no domínio do HTML5, apesar das expectativas irrealistas geradas pelo hype em torno da linguagem nos últimos anos.

 

OK. Até mesmo os técnicos presentes esta semana à HTML5 Developer Conference reconhecem que a tecnologia passa hoje por um momento atribulado, incluindo oscomentários negativos do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

"Quando ele surgiu, foi saudado como uma evolução absolutamente necessária", disse Christian Heilmann, evangelista e  principal desenvolvedor da Mozilla, destacando os objetivos iniciais do HTML5 de possibilitar a compatibilidade de análise, ser consistente em todos os navegadores, ampliar o acesso formas mais ricas de apresentação de conteúdo. Os defensores, no entanto, começaram a usar o HTML5 para impressionar, focando em  suas "brilhantes" capacidades multimídia, que chegaram a transformar o HTML5 no novo Flash, em vez de trabalhar com ele como se pretende,  afirmou Heilmann.

"Demos brilhantes são, na verdade, a única coisa que vendeu o HTML5 para todo mundo lá fora, até agora." Mas a tecnologia vai muito além. 

Outra questão que precisa ser desconstruída, para evitar falsas expectativas e frustrações, é a de que o HTML5 é uma tecnologia multiplataforma que torna sua presença na web mais simples e uniforme, seja qual for o aparelho do usuário. O HTML5 foi assolado por tecnólogos decididos a suportarem apenas uma tecnologia de navegador, simples, como o WebKit. Não é bem assim.

A verdade é que, apesar de suas capacidades poderosas, o HTML5 não é a solução para todos os problemas de desenvolvimento Web. Suas características adicionais são convincentes e ajudam a tornar aplicativos Web concorrentes formidáveis para aplicativos nativos, mas questões como incompatibilidades, limitações para armazenamento local de dados, desafios de sincronização e políticas de uso, precisam ser encaradas com seriedade. Toda tecnologia tem suas limitações.

No lado do móvel, HTML5 teve de lidar com provedores de chipset e de hardwares diversos, disse Heilmann. "Alguns fornecedores de hardware, não têm a menor vontade de realmente apoiar a Web," já que ganham dinheiro vendendo aplicações para seus ambientes nativos, através de infraestrutura própria", disse ele. Por isso, nem todas as plataformas móveis dão suporte ao HTML5. Serão necessárias muitas mudanças na forma como o HTML5 interage com o hardware, para que os aplicativos em HTML5 consigam atingir o mesmo patamar de complexidade dos programas nativos.

Em contrapartida, há muitas projeto utilizando bem o HTML5, incluindo o Firefox OS. "O sistema operacional inteiro, com exceção de drivers de hardware, é HTML5, JavaScript e CSS", diz Heilmann. A Mozilla está usando o sistema operacional em telefones de baixo custo direcionados a mercados que não podem pagar por smartphones.

Heilmann também pediu uma "fusão de conhecimento", citando ferramentas da Adobe que permitem aos desenvolvedores Flash  migrarem para o HTML5 como um exemplo. A conversão de programas existentes para HTML5, em vez de exigir que ocódigo seja reescrito,é fundamental para o sucesso HTML5, na sua opinião. Nesse ponto, Heilmann também citou o CreateJS, que oferece um conjunto de ferramentas JavaScript para HTML5, como um projeto digno.

Na opinião de Heilmann, apesar de todos os problemas típicos de uma tecnologia ainda inacabada, o potencial do HTML5 de provocar uma mudança de paradigma na programação Web, com a sua forma padronizada para construir aplicações ricas de Internet para várias plataformas, vai prevalecer. Mas é preciso ter em mente que o HTML 5 apenas torna mais fácil para os desenvolvedores em geral tirar melhor proveito de ferramentas para promover a interoperabilidade, a acessibilidade e a migração para a Web semântica.

Em suma, o conselho dele para os desenvolvedores é eles mantenham o curso e invistam em dominar a tecnologia. Tropeços vão acontecer, mas o conhecimento de HTML5 irá revelar-se útil.