value1

A mente por trás do Big Data

bigdataImagine coletar 6 milhões de dados por dia, entre fotos, vídeos e textos, e tentar tirar deste gigante acervo uma única resposta. A tarefa pode parecer impossível para alguns, mas para os cientistas de dados esta é uma missão diária.

O profissional é a mente por trás do Big Data e o responsável por transformar grandes quantidades de dados em ações práticas – trabalho que exige técnicas específicas e experiência. A pessoa que traduz planilhas em 'insights' tem de saber criar modelos estatísticos e aplicar algoritmos.

"A tecnologia apresenta dados consolidados e cheios de informações valiosas, mas a consolidação e decisão vêm da mente humana", diz Samir Nassif, arquiteto de sistema de Big Data da IBM Brasil.

Ele explica que a partir das aplicações de algoritmos, o profissional busca por grupos de afinidades e, assim, descobre perfis e tendências incorporados nos dados. Segundo Nassif, qualquer análise parte de uma pergunta ou problema, que precisam de respostas.

"É um mundo exploratório suportado por técnicas. Testamos massa de dados e procuramos soluções" explica. "Uma empresa de seguros agora pode estipular o valor correto de uma apólice baseada em centenas de outras informações disponíveis, como dados do GPS [para revelar locais freqüentados], freio, acelerador...", exemplifica.

Além de experimentar e empregar técnicas, o executivo afirma ser necessário saber aplicar as informações encontradas de forma inteligente. Ele ressalta que os mercados exigem diferentes abordagens, apesar de a tecnologia ser similar na maioria das empresas.

Na saúde, um caso exemplar é o 'Flu Trends' do Google. Baseado nos dados do buscador, a empresa desenvolveu um projeto no qual consegue identificar tendências de propagação de gripe antes de números oficiais refletirem a situação. Essa mesma técnica pode ser aplicada para analisar inflação, desemprego e muitas outras coisas, o que muda são os dados coletados e os propósitos.

No transporte, um aplicativo criado em Boston (Estados Unidos), e lapidado por um grupo de Somerville, conseguiu encontrar e corrigir buracos nas ruas da cidade. O 'Bump Smart' utiliza o acelerômetro do telefone para detectar colisões na estrada. Quando um carro bate em um buraco, o aplicativo envia informações sobre o impacto, incluindo a sua localização, a um banco de dados. A partir daí, os responsáveis sabem quais os locais que precisam de reparos e quais são prioridade, já que mais carros passam por ali. 

Cursos

Nassif comenta que o profissional dificilmente vem de formação tecnológica, apesar de trabalhar diretamente com TI. Usualmente o cientista de dados é formado em estatística e agrega ao perfil conhecimentos de programação. No mercado ainda é possível encontrar matemáticos e cientistas da computação que atuam como analistas.

No Brasil, ainda não há graduação para se tornar um cientistas de dados, apenas cursos de especialização e pós-gradução. Confira abaixo alguns dos programas oferecidos:

Emap - Técnicas para Big Data

FIA - Pós-graduação

BandTec - Curso reestruturado com foco em BD

Ibope - Workshop

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br

value1

Falha expõe dados de 6 milhões de usuários do Facebook

FacebookUma falha de segurança noFacebook fez com que os dados de 6 milhões de usuários ficassem expostas, segundo a própria empresaafirmou em sua página oficial.

No comunicado, a rede social afirma que números de telefone e endereços de e-mail foram armazenados de forma equivocada como parte dos algoritmos de recomendações de amigos. Assim, quando uma pessoa baixasse todo seu histórico na página, ela poderia também receber informações de outras pessoas.

"Houve outros endereços de e-mail e telefones incluídos nos downloads, mas eles não estavam conectados a nenhum usuário do Facebook ou nomes de indivíduos. Para a maioria dos endereços e números afetados, cada indivíduo teve seus dados incluídos nos downloads uma ou duas vezes. Ou seja, na maioria das vezes os dados foram expostos para apenas uma pessoa", diz o Facebook.

A empresa completa dizendo que nenhum outro tipo de informação pessoal ou financeira foi vazada e "apenas os usuários do Facebook - e não desenvolvedores ou anunciantes - têm acesso à ferramenta de download de informações".

O post diz que as informações não são necessariamente verdadeiras ou atualizadas, já que elas eram fornecidas por outras pessoas no Facebook. Também não há informação de que a falha tenha sido explorada de forma maliciosa. Além disso, a rede social crê que o impacto será mínimo já que as informações foram vazadas apenas para pessoas que tem algum tipo de contato com a vítima.

Assim que o problema foi identificado, a ferramenta para o download das informações do usuário foi tirada do ar para correção da falha e, logo no dia seguinte, o recurso voltou ao ar.

O Facebook informa que em breve entrará em contato com os usuário afetados por e-mail.

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Grupo hacker divulga dados de políticos brasileiros

anonimus2Um grupo hacker que se denomina "xc0unt3r" se uniu aos protestos que tomam o país e decidiu atingir os políticos brasileiros. Entre os responsáveis pelo ataque, há alguns ligados ao Anonymous. O grupo está divulgando dados comodocumentos,  declaração de bens e endereços de vários congressistas e pessoas ligadas à política.

Nos documentos estão informações sobre a presidenta Dilma Rousseff, Lula, Tarso Genro, Aécio Neves e até mesmo o presidente do Senado brasileiro, Renan Calheiros, um dos mais criticados pela população.

Uma pesquisa rápida no sistema de busca por CPF da Receita Federal confirma que os documentos vazados correspondem às pessoas.

As informações foram jogadas no serviço AnonPaste, que garante o anonimato da pessoa responsável pelo post.

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Cofundador do Pirate Bay é condenado a dois anos de prisão

gottfrid-svartholm-wargGottfrid Svartholm Warg, um dos fundadores do site de compartilhamento de arquivos Pirate Bay, foi sentenciado a dois anos de prisão por supostamente desviar 680 mil euros (cerca de R$ 2 milhões).

A sentença condena Warg, 28 anos, por roubar o dinheiro em uma série de invasões a computadores da empresa Logica, que gerencia dados de autoridades suecas. A decisão foi emitida netsa quinta-feira, 20, pelo tribunal distrital de Nacka, em Estocolmo.

Junto com ele, Mathias Gustafsson, 36, também foi declarado culpado por violar computadores. Não se sabe se eles recorrerão da decisão.

Em 2009, uma corte sueca setenciou Warg e mais três colegas do Pirate Bay a um ano de prisão por violação de copyright. Eles foram condenados a pagar cerca de US$ 6,5 milhões por danos a empresas de entretenimento.

Em 2012, o hacker foi extraditado do Camboja para a Suécia, onde cumpre a pena de prisão.

Hoje o site é administrado por um grupo secreto e usa domínio registrado em Sint Maarten, território holandês no Caribe.

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Redes sociais são os lugares mais perigosos para crianças, diz Kaspersky

kidstechOs lares de hoje contam com vários dispositivos de acesso à Internet e é cada vez mais fácil para crianças navegarem pela rede. Nos cinco primeiros meses desse ano, foram registrados mais de 52 milhões de tentativas de visitas a redes sociais (31,26%) e mais de 25 milhões de tentativas de acesso a sites pornográficos e eróticos (16,83%), segundo levantamento feito pela empresa de segurança Kaspersky Lab, por meio da sua ferramenta de Controle dos Pais. 

 

O levantamento ocorreu entre os meses de janeiro e maio de 2013.

As lojas online compõem o terceiro destino com maior tentativa de acessos entre as categorias de sites bloqueados, com 16,65% das tentativas, seguidas por bate-papos e fóruns (8,09%), webmail (7,39%), software ilegal (3,77%) e jogos casuais (3,19%).

Outros recursos inadequados, como sites sobre armas ou drogas, jogos de azar e sistemas de pagamento eletrônico, representaram entre 0,8 e 2% das pesquisas realizadas na web.

Vale ressaltar que os dados sobre as preferências das crianças podem variar de país para país. No Brasil os resultados foram os mais similares às tendências mundiais globais: redes sociais (22,34%), sites pornográficos (18,91%) e lojas online (16,76%). 

Curiosamente, a situação no Japão não tem nada em comum com outros países. A geração mais jovem deste país tende a olhar principalmente para sites na categoria "chats e fóruns" (34,25%) sobre todas as outras. Já os Estados Unidos, a categoria "Pornografia" lidera com 22,02%; lojas virtuais estão em segundo lugar, com 19,50%, seguido por redes sociais com 18,88%.

fonte:  http://idgnow.uol.com.br/

value1

Conta do Instagram de Dilma Rousseff é invadida

dilmaA onda de protestos que acontece no Brasil também tem seu braço no espaço cibernético, com o hacktivismo de grupos que se dizem ligados ao Anonymous. E sobrou até para a presidenta Dilma Rousseff que teve sua conta oficial no Instagram hackeada.

Os autores da invasão aproveitaram o acesso à conta para deixar a seguinte mensagem: "Senhora presidenta da República ou a senhora faz alguma coisa ou o Brasil vai parar. Nós não vamos tolerar mais. O Gigante acordou", com as hashtags #AnonymousBrasil, #VemPraRua, #OGiganteAcordou e #Brasil.

anonimus
Após o ataque, o perfil foi apagado e já não está mais ativo nesta terça-feira, 18.

Além da presidenta, a revista Veja, da Editora Abril, teve seu Twitter afetado no início da tarde de segunda-feira, 17. O site do PMDB também foi hackeado.

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br

value1

"Esta não é minha América", diz Steve Wozniak sobre coleta de dados

stevewozniakEm um bate-papo descontraído com jornalistas espanhóis, Steve Wozniak, cofundador da Apple, se mostrou decepcionado com os Estados Unidos e o programa de coleta de dados de internautas.

O empresário, que estava no aeroporto aguardando um voo, disse que sentia orgulho da América, porque, diferente de outros países, nunca torturou prisioneiros. 

"Nós dávamos roupa, comida... Eu tinha tanto orgulho do meu país e agora descubro o contrário. Esta não é minha América", disse.

Ele ainda destacou que no mundo digital atualmente é quase impossível deter algo. "Dados armazenados na nuvem podem desaparecer pra sempre", exemplificou.

No início do mês, o governo dos EUA foi acusado de monitorar Google, Microsoft, Yahoo!, Facebook, Pal Talk, AOL, Apple, e os serviços YouTube e Skype.

Os dados são acompanhados de perto pela Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês). O rastreamento de áudios, vídeos, fotografias e e-mails teria servido de fonte para quase 1,5 mil documentos só em 2012.

O The Guardian afirma que o monitoramento é feito com um programa chamado PRISM, montado em 2007, mas mantido em sigilo desde então. O documento sugere que as informações compunham relatórios diários da presidência.

A repercussão do documento gerou polêmica. 

Assista abaixo o vídeo da entrevista de Wozniak, em inglês, divulgado peloCnet.

{media load=media,id=217,width=200,align=left,display=inline}

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Perfil da 'Veja' no Twitter é hackeado

Veja-Twitter-hackeadoO perfil da revista Veja no Twitter foi hackeado às 11h48 dessa segunda-feira, 17. São quase 2,5 milhões de seguidores.

“’Jornalismo fascista nós não precisamos de vocês.’ A #LUTA CONTINUA #Brasil #OGiganteAcordou #Brasil #rEvolução”, diz mensagem postada no perfil.

Outro tweet explica que a conta foi invadida pelo perfil @anonmanifest, relacionado às manifestações que estão acontecendo ao redor do Brasil nos últimos dias. E outro diz que eles estão tentando invadir outras contas, que depois serão usadas para tratar dos protestos.

Até as 13h desta segunda-feira o perfil da @veja continuava hackeado, assim como o do colunista Lauro Jardim, que escreve para a revista.

Veja-Twitter-hackeado

fonte:  http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Tweet agora é palavra oficial do inglês

twitter1A equipe do Oxford English Dictionary (OED) quebrou uma tradição de anos _ a de que uma palavra nova deve ter no mínimo 10 anos de existência antes de ter a sua inclusão proposta _ e decidiram adicionar o substantivo e o verbo tweet ao dicionário, na revisão feita este mês. 

 

ScreenShot-tweet

Evidentemente, a palavra tweet já constava do dicionário, desde 1851, para designar o som dos pássaros. Mas a definição já foi expandida para incluir o seu uso como  "fazer uma postagem sobre o serviço de rede social Twitter; usar o Twitter regularmente ou habitualmente" E ainda a sua utilização como um substantivo para as mensagens.

Em 2001, o léxico inglês já havia incluído o verbo retweet. John Simpson, editor do OED, não deu nenhuma explicação sobre os motivos que levaram a equipe do dicionário a ter deixado tweet de fora, na ocasião.

Outros vocábulos tecnológicos
A revisão deste mês do OED inclui ainda uma série de outras palavras do universo científico/tecnológico. Entre eles estão big data , crowdsourcing , e-reader , mouseover ,redirecionar (o substantivo) e fluxo (o verbo).

Geekery é outra palavra que já estava no dicionário e ganhou novo significado: comportamento típico dos geeks.

fonte: http://idgnow.uol.com.br/

value1

Bill Gates já tem conta no LinkedIn: estará à procura de emprego?

bill-gates-linkedinAté o homem mais rico do mundo já tem uma conta no LinkedIn. Bill Gates juntou-se aos cerca de 200 milhões de utilizadores da rede social mais profissional da Internet, aparentemente com o objetivo de criar uma rede de contactos. Contudo, arriscamos dizer que o empresário não está à procura de emprego.

 

Depois de ter criado a sua conta no dia 13, o fundador da Microsoft já contava com mais de 67 mil seguidores até sexta-feira, tornando-se rapidamente numa das personalidades de maior destaque do LinkedIn.

Na sua primeira publicação, Bill Gates citou três lições que aprendeu em 1991 com o investidor e multi-milionário norte-americano Warren Buffet, durante o primeiro encontro entre as duas personalidades. Uma parte da mensagem dizia o seguinte: “não importa quanto dinheiro você tem, não poderá comprar mais tempo. Só há 24 horas em casa dia”.

bill-gates-linkedin2

O LinkedIn aproveitou estes ensinamentos “milionários” e colocou a publicação de Bill Gates numa nova área da rede social chamada LinkedIn Today, que contém conteúdo original publicado pelos utilizadores, bem como outras notícias.

No perfil de Bill Gates consta ainda a referência obrigatória à fundação solidária do casal Gates. Na sua descrição, o fundador da Microsoft diz ser um “Leitor voraz. Viajante ávido. Blogger ativo”.

fonte: http://www.tecnologia.com.pt