value1

Depois de 10 anos, HTML5 é finalizado

O HTML5, linguagem mais recente lançada para páginas na web, foi finalmente finalizada nesta quarta-feira, 29. O anúncio foi feito pelo World Wide Web Consortium (W3C), organização que supervisiona o desenvolvimento de padrões para a internet.

Criada há dez anos, a linguagem marcou a substituição do HTML. Esse, por sua vez, teve sua última versão (4.0.1) lançada em dezembro de 1999, depois de quinze atualizações durante sua história.

 

Apesar de já estar em uso por muitos endereços faz tempo, as especificações do HTML5 só foram aprovadas agora, o que significa que elas podem ser adotadas entre diferentes sites e browsers. 

De acordo com o Ars Techcnica, isso evita disputa de patentes, já que o W3C possui acordo com diversas empresas para garantir que nenhuma delas precise pagar direitos autorais para usar o HTML5.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

50 Templates HTML5 Fantásticos E Grátis

HTML5Actualmente o HTML5 e o CSS3 têm-se imposto como a tecnologia favorita de grande parte dos designers para os seus projectos.

Vamos juntar o grátis ao eficaz elaborando uma lista de 50 Templates grátis em HTML5, para sua inspiração ou para descarregar. Clique na imagem para aceder à página de Download.

 

Folder HTML5

Com um excelente slider, este template é útil para blogs ou apresentação de trabalhos/portfolios. É ainda responsive ou seja adaptado automaticamente aos dispositivos móveis.

Strongly Typed

Um template construído a pensar nos blogs, dando um grande destaque ao conteúdo escrito, com um grande interface.

Basic

Com apenas a interface desenhada, e adequando-se a blogs e semelhantes, é um tema 100% responsive, com alguma variedade de layouts possíveis.

Escape Velocity

Recorrendo a um design liso e limpo é capaz de se adequar a qualquer estilo.

Codester

Brushed

Uma solução “one-page only” onde é suposto reunir toda a informação numa única página de forma interactiva.

OWMX

É uma solução desenhada a pensar nos blogs, bastante completa, utilizando um interface com 2 colunas, espaço para adsense, etc.

Parallelism

Para Galerias de imagens ou portefólio, utilizando um slider de efeito carrossel.

Legend

Mesma ideologia do anterior, usando uma palete de cores mais alegre.

Accalia

Uma excelente solução perfeitamente adequada a páginas de empresas, conseguindo de forma fácil alojar, imagens e grandes quantidades de texto. Apresenta um interface limpo, mas recheado de interactividade, devido ao bom slider jQuery apresentado.

Mori-Dark

Tema construído com tons escuros com o fim de ser utilizado como Blog. É também totalmente responsive.

MNML

Um template que está literalmente à espera do seu conteúdo. Basicamente inclui apenas as folhas .CSS, o restante conteúdo ficará por sua conta.

Page One

A pensar nos formatos onepage este template é mais uma excelente escolha com potencial para o seu site. Por defeito utiliza as cores verde, cinza e preto, e ainda com um pequeno slider.

Obscura

Desenhado em tons escuros, é também uma solução bastante robusta, totalmente responsive e uma construção quase drag-and-drop.

Liquid Gem

Para exibição de Galerias ou portefólios, esta solução ainda inclui um slider automatico e é totalmente responsive.

Agency

Bastante limpo, com um slider e “pronto a encher”. Um tema também responsive.

Century

Construído para funcionar como portefólio, vem ainda com um áudio player em HTML5.

PhotoArtWork2

Adequado para a disposição de fotos ou trabalhos semelhantes, inclui menu dropdown e slider em jquery e 3 templates diferentes para os portefólios.

Enigma

Neste template que inclui um slider, as imagem de fundo, background, é controlada pelo mesmo, sendo extensível a todo o site. Com tons escuros ou claros é uma solução interessante.

Madison

Apresentando-se como um tema bastante atraente e ficheiros .psd. Adequado para apresentação de produtos, tem um tema “estilo madeira”.

Burn Studio

 

Adequado para por exemplo sites empresariais, o burn studio inclui um slider jquery e com adaptável a diferentes resoluções e formatos - responsive.

Curve

Com uma interface excelentemente desenhada, é um tema construído em tons de verde e totalmente responsive. Facilmente adaptável a sítios empresariais.

Halftone

Por defeito construído em tos laranjas e “café”, esta solução é totalmente responsive e acompanhada por um slider jquery. Inclui diferentes layouts e páginas.

Vintage

Excelente para apresentação de trabalhos ou blog’s é uma alternativa totalmente responsive e design elegante.

Verti

Adequado para sites empresariais, inclui 3 layouts diferentes (sidebar’s) com um interface simples baseado num banner/slider e texto.

IMCreatives

Grande destaque pelo seu slider controlável através do scroll do rato, adequa-se à criação de portfolios ou empresas.

Todo

Excelente solução para demonstrar as potencial do HTML5, Menu e logótipo incluem diversos efeitos que podem ser utilizados.

Respond 1.5


Utilizando maioritariamente as cores verde e cinzento, esta é uma alternativa para websites “normais” ou galerias, inclui um slider cuja personalização está dentro da mesma temática, manual ou automático.

Base 2013

Uma solução totalmente responsive, com um design “largo”, claro e limpo. É capaz de ser útil em qualquer tipo de Website.

ZBoomMusic

Desenhado a pensar na musica, este é um tema bastante versátil, construído em tons escuros e rosa, disponível em plugin wordpress(pago). É também responsive.

Principato

Inspirado na culinária, este template é facilmente adaptado a qualquer ramo, virado para apresentação de produtos e soluções.

FacebukLight

Nada relacionado com a rede social, este template está bastante completo incluindo já todas as páginas apresentadas. Adequa-se a apresentação de empresas,  e amostra dos seus respectivos serviços.

ZBlogging

Para blogs ou apresentações de imagem/galerias. Um tema super-completo que ainda inclui slider jquery.

Technical-Line

Tema orientado a apresentações de empresas ou negócios. Bastante interactivo desde o seu pequeno e versátil slider ao próprio menu (com imagem através do hover do rato) integrado. Ainda com “montes-de-espaço” para encher com o texto desejado.

CoolBlue 

Para a utilização como Blog, este tema baseia-se fortemente no texto com uma ligação directa no seu design para comentários, autor, etc..

JungleLand

Outra solução para Blogs ou apresentação de projectos., utilizando um interface com cores escuras e alguma interactividade.

Interior Design

Com um conceito diferente de onepage este tema baseia-se num ideal interactivo: a página irá sempre ser a mesma mas à medida que navega nos menus esta irá alterar-se. Inclui um slider que serve como fundo do site.

Brownie


Um tema empresarial, inclui um slider jquery e layouts para outras páginas: blog, portfolio, e outros que devidamente adequados a empresas. É ainda totalmente responsive.

Simple

Visualmente bastante agradável, inclui 2 slider’s em jquery e menu interactivo e é capaz de se adaptar a qualquer tipo de Website . Disponível também como versão Premium(WordPress).

Free Website Template for Consulting Business


Uma solução construída por um website de templates premiumcreditado. Disponível sob formato .psd(photoshop) ou html, traz consigo um slider carroussel, e é facilmente adaptado a sites profissionais/empresas.

Free Website Template w/jQuery for Software


Seguindo a mesma ideologia do anterior, mas com um design ligeiramente diferente.

Free Website Template for Industrial Services


Uma outra com um design e interface mais limpo e branco.

Web Design Portfolio


Mais do que um template, este é um tutorial que ensina e explica o seu código, funcionando sob a intenção de “one-page-only”, adequa-se à construção de portfolios para apresentação de imagens ou projectos.

Elegant Website w/ HTML 5 And CSS3

Outra solução para construção de um website/template sob forma de ensinamento, onde o autor transmite várias ideias e maneiras de construir um tema bem pensado.

Portfolio


Com um design robusto, um slider em jquery, é um template que se adequada a um website de uma empresa/prestação de serviços.

Free Website Template – Small Business


Uma solução construída para Websites de empresas, bastante simples mas também agradável à espera de conteúdo.

Memoire

Com um design inspirado num interface “em madeira”, é direccionado ou a pequenos blogs ou a exibição de portefólios.

CleanRed

Interface sob cores vermelhas e brancas proporcionando um site limpo ao visitante. Adequado para blogs ou portefólios de imagem.

KataKlimt


Um template visando a área profissional fotográfica, possui bastante interactividade através do slider e do seu menu com efeitos. É ainda totalmente responsive.

Ex-Machina

Para empresas ou profissionais, é um tema com bastante conteúdo, e layouts personalizáveis. Tem ainda a vantagem de estar pronto para vários dispositivos.

fonte: http://www.webmaster.pt

value1

Sete aplicativos que tiram o máximo do HTML5

noticia img html5 html5O HTML5 já tem alguns anos de idade e não é mais uma curiosidade. Espera-se que páginas web que costumavam simplesmente emular uma folha de papel, agora, façam algo sofisticado para justificar sua existência. Graças ao HTML5, junto com inovações no JavaScript e CSS, a lógica interativa é uma estratégia padrão para a programação Web, aplicativos bem desenvolvidos estão em todos os lugares. Tudo o que é necessário são algumas tags extras para reescrever o software em forma de página Web. 

 

Pelo menos essa é a visão. E as pessoas têm aceitado ela. Gerentes de TI adoram a promessa do HTML5 e da nuvem, pois isso significa instalar um aplicativo no desktop – o navegador – e esquecer todo o resto. Os programadores o amam porque o HTML5 é, muitas vezes, tão simples como colocar algumas tags nos locais corretos, apesar de que o CSS pode, ocasionalmente, nos enlouquecer. Os contadores o adoram porque os Web Designers são mais baratos e mais abundantes do que os programadores C++. Administradores estratégicos o adoram, pois eles não precisam pedir permissão aos fabricantes de smartphones a fim de entrarem na loja Web deles.

É claro que todos nós sabemos que esta visão nasceu muito antes do burburinho do HTML5. Apenas levamos mais tempo para compreender o sonho que os criadores originais do JavaScript criaram, no qual todas as páginas Web seriam aplicativos interativos. E as técnicas em utilização são uma mistura do que há de novo, e do que já existia muito antes de o padrão HTML5 crescer tanto. O resultado são aplicativos, e suítes de aplicativos, que oferecem a maior parte das funcionalidades que um negócio iria querer.

Vejamos, a seguir, como sete poderosos aplicativos estão implementando a visão do HTML5 e como um famoso caluniador perdeu seu amor pela coisa mais importante da Web. Todos são bons exemplos de como tirar o máximo do HTML5, Javascript e do CSS, enquanto se evita as duras verdades de depender de tecnologias Web para entregar seu valioso aplicativo aos usuários.

1:: Zoho
Existem pelo menos 33 aplicativos na coleção Zoho. Alguns são aplicativos básicos de produtividade, como um processador de texto, e outros, como o aplicativo Zoho CRM, são mais semelhantes a bases de dados estruturadas para armazenar informações sobre clientes e usuários. O Zoho encontrou de forma sábia um caminho para trabalhar com o Google Apps, assim você pode utilizar o melhor de ambas coleções.

As ferramentas do Zoho dependem em muitas partes da especificação HTML5, mas não tanto quanto você imagina. As ferramentas de edição fazem a maior parte do trabalho de layout, utilizando regras CSS cuidadosamente criadas. A lógica de edição é toda tratada pelo código do Zoho, e eu não consegui encontrar a nova tag de conteúdo HTML5 editável em nenhum dos documentos que olhei. Se o conjunto de características é complexo, pode ser mais fácil não confiar no navegador para lidar com a edição.

Vários aplicativos Zoho abrem bases de dados utilizando o armazenamento local ou a API de armazenamento de sessão. Eles podem empurrar pares de chave/valor para utilização posterior.

Outras partes do conjunto de ferramentas do HTML5 são óbvias. O criador de formato lhe permite arrastar e soltar elementos nos locais desejados. Os dados, no entanto, parecem estar utilizando seus próprios ganchos internos em vez das novas ferramentas para validação de formulários.

2:: Google Docs
Para mim, o momento de definição veio quando editei um documento concorrentemente com alguém em algum lugar distante. Nossas mudanças fluíram entre nós e o trabalho foi feito. O Google Docs não oferece tantas ferramentas como o Microsoft Office, mas sua integração com o Gmail agiliza o inicio da utilização da alternativa online do Google ao Office.

A maior parte do aplicativo parece utilizar HTML básico para fazer todo o trabalho. As tabelas, textos e figuras são dispostos com o HTML, e cliques do mouse controlam as ações. O armazenamento local é alocado, mas não houve muitos pares de chaves/valores que pude encontrar na base de dados de meu navegador após uma utilização extensiva.

A Google é conhecida por construir muitas de suas ferramentas baseadas em Web com o Google Web Toolkit (Kit de Ferramentas Google Web), que traduz todo o conteúdo Java em JavaScript. Ela é bem focada para trabalhar com muitos navegadores, incluindo alguns de gerações anteriores. Ainda pode demorar até que o Google comece a depender do HTML5. Isto é um pouco irônico, dado que o Google Chrome, muitas vezes, possui uma das melhores pontuações no HTML5Test (Teste HTML5), uma página de internet que verifica o desempenho de um navegador.

3:: Presentation.js e outros aplicativos para slides
Existem mais de meia dúzia de bibliotecas HTML5 para criar conjuntos de slides em HTML, em vez de utilizar o PowerPoint, incluindo a Presentation.js, Impress.js, Fathom.js, reveal.js e o CSSS. As imagens e textos são exibidos e rotacionados pela tela, fazendo com que slides comuns do PowerPoint tenham uma aparência entediante e fora de moda. Se seu público dormir, será sua culpa.

O núcleo do programa utiliza HTML básico para exibir seus slides em DIVs, dando coordenadas absolutas. À medida que você navega através do programa, ele utilizará as transformações do WebKit para modificar o ponto de vista desses DIVs por meio do deslocamento, giro ou até mesmo da rotação em 3D. Todas as novas adições HTML5 ao motor de layout do CSS e ao objeto de tela estão disponíveis para utilização na criação de seus slides.

A abordagem é surpreendentemente simples para algo que aparenta ser tão impressionante. Caso você possa escrever sua mensagem em HTML utilizando as fontes e tags padrão, o JavaScript fará o resto.

4:: Aviary
Criar um bom editor de texto em JavaScript e HTML é algo desafiador, mas criar um editor de fotos é algo ainda mais impressionante. Muitas das ferramentas importantes para correção de fotos estão disponíveis como botões em um aplicativo que simplesmente é executado em seu navegador. O Photoshop pode custar centenas de dólares, mas o Aviary possibilita a maior parte das ferramentas que uma pessoa normal utiliza, por quase nada.

O Aviary utiliza o objeto de tela do HTML5, uma adição surpreendentemente complicada ao HTML. O padrão oferece as formas básicas de escrever textos ou linhas, e vários aplicativos web utilizam essas características para desenhar gráficos. Mas, debaixo de tudo isso, existe uma vasta coleção de ferramentas para trabalhar com pixels individualmente. Isto é o que o Aviary utiliza para algumas das melhorias mais sofisticadas.

5:: Scribd
O Scribd começou como um elaborado aplicativo em Flash para exibir documentos. Seu objetivo era tornar-se o repositório líder mundial para documentos na internet, e apenas o Flash deu a ele o suporte de fonte e a precisa colocação necessária para renderizar de forma precisa a vasta gama de documentos que o mundo já produziu.

Duas características principais possibilitaram que o Scribd duplicasse muito disso através da tela e fonte do HTML5. As melhorias de fontes web possibilitaram que o Scribd capturasse melhor as fontes utilizadas nos documentos. Até recentemente, a maior parte dos navegadores tinha acesso apenas a alguns exemplos básicos de fontes do tipo serif, sans serif e mono espaçadas.

A tela melhorada do HTML5 possibilita que o Scribd desenhe essas letras e outros bitmaps em posições arbitrárias na tela. A versão em HTML5 do Scribd hoje é mais simples devido às incompatibilidades causadas pelo fato de que ter de utilizar um complemento Flash está fora de moda. As outras características do navegador também se aplicam aos documentos – o que não iria ocorrer ao depender do complemento Flash. Você pode, por exemplo, selecionar sentenças ou palavras diretamente com os cliques do mouse. Voilá. Documentos complexos agora são tratados como outros sites normais.

6: HootSuite
Quando o grupo do HootSuite começou a construir uma plataforma para unir todas as redes sociais em nossas vidas, ele reconheceu que o HTML5 era a plataforma natural. O HootSuite utilizaria a Web para agregar a Web. A ferramenta resultante permite que você observe todas as suas redes sociais em apenas um site central, uma ferramenta que o HootSuite presenteia aos usuários normais e vende para empresas e usuários corporativos.

Os servidores do HootSuite coletam todos os seus dados sociais após utilizarem a autenticação OAuth para conectar com suas contas sociais. Os servidores enviam isto para seu navegador utilizando chamadas AJAX, e o layout do navegador faz o resto.

O aplicativo Web utiliza extensivamente a base de dados local de armazenamento de chaves/valores do HTML5 para guardar informações e limitar a quantidade de tráfego web. Isto é mais útil para usuários móveis ou qualquer um que esteja em um plano medido para conectar-se à internet.

7:: Angry Birds
Nós o conhecemos e o amamos como um aplicativo para seu iPad, mas você pode obter uma cópia de Angry Birds a partir do Google Chrome e pode executá-lo em seu desktop, por meio de um navegador. Existem até mesmo anúncios na parte superior da tela, igual a qualquer outro site normal.

Agora você pode brincar com seu navegador da mesma forma que faria com seu smartphone.

A envenenada tag de tela do HTML5 e suas várias linhas de operação são o coração do Angry Birds, assim como em muitos outros jogos HTML5, como o Atari Arcade, feito pela Microsoft. A rotina dá aos programadores tudo o que eles precisam para desenhar as artes do jogo. Muitas das antigas bibliotecas (tais como a biblioteca de física) no núcleo do Angry Birds que foram criadas para o Flash, estão sendo reescritas para possibilitar que aplicativos HTML5 desenhem na tela.

Tirar o Flash do jogo promete eliminar todos os glitches que apareceram quando o plugin Flash e o navegador não eram compatíveis.

E qual o problema com o aplicativo móvel do Facebook?
Alguns que investiram pesadamente no HTML5 estão recuando.

O CEO do Facebook, Mark Zuckeberg, chamou de um grande erro estratégico criar os produtos móveis do Facebook utilizando o HTML5. As soluções funcionaram, mas eram lentas e cheias de problemas, pois os navegadores simplesmente não eram rápidos o suficiente para lidar com todos os dados. Aplicativos nativos eram muito mais rápidos na tarefa de limitar a utilização de memória e, isso é, muitas vezes, a limitação mais importante para um programador trabalhando em uma plataforma móvel.

Os fãs do HTML5 reconhecem essas queixas, mas não é como se os aplicativos nativos sejam perfeitos, fáceis de criar e portáteis. A solução, eles dizem, é manter suas aspirações em xeque e utilizar o melhor das novas ferramentas. Não tente exibir milhares de triângulos em um jogo de tiro em primeira pessoa que funciona a partir do navegador. Trabalhe com as novas tags e melhorias de fundo tais como a base de dados local. Comece através de um editor simples e construa lentamente.

A vantagem do HTML5 é que você pode lançar novas ferramentas, uma por vez, sem pedir que o usuário passe por toda a celeuma de uma atualização.

fonte: http://cio.uol.com.br/

value1

Não vire as costas para o HTML5

noticia img html5 html5Apesar das dores de crescimento de uma tecnologia ainda em desenvolvimento, programadores devem investir no domínio do HTML5, apesar das expectativas irrealistas geradas pelo hype em torno da linguagem nos últimos anos.

 

OK. Até mesmo os técnicos presentes esta semana à HTML5 Developer Conference reconhecem que a tecnologia passa hoje por um momento atribulado, incluindo oscomentários negativos do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

"Quando ele surgiu, foi saudado como uma evolução absolutamente necessária", disse Christian Heilmann, evangelista e  principal desenvolvedor da Mozilla, destacando os objetivos iniciais do HTML5 de possibilitar a compatibilidade de análise, ser consistente em todos os navegadores, ampliar o acesso formas mais ricas de apresentação de conteúdo. Os defensores, no entanto, começaram a usar o HTML5 para impressionar, focando em  suas "brilhantes" capacidades multimídia, que chegaram a transformar o HTML5 no novo Flash, em vez de trabalhar com ele como se pretende,  afirmou Heilmann.

"Demos brilhantes são, na verdade, a única coisa que vendeu o HTML5 para todo mundo lá fora, até agora." Mas a tecnologia vai muito além. 

Outra questão que precisa ser desconstruída, para evitar falsas expectativas e frustrações, é a de que o HTML5 é uma tecnologia multiplataforma que torna sua presença na web mais simples e uniforme, seja qual for o aparelho do usuário. O HTML5 foi assolado por tecnólogos decididos a suportarem apenas uma tecnologia de navegador, simples, como o WebKit. Não é bem assim.

A verdade é que, apesar de suas capacidades poderosas, o HTML5 não é a solução para todos os problemas de desenvolvimento Web. Suas características adicionais são convincentes e ajudam a tornar aplicativos Web concorrentes formidáveis para aplicativos nativos, mas questões como incompatibilidades, limitações para armazenamento local de dados, desafios de sincronização e políticas de uso, precisam ser encaradas com seriedade. Toda tecnologia tem suas limitações.

No lado do móvel, HTML5 teve de lidar com provedores de chipset e de hardwares diversos, disse Heilmann. "Alguns fornecedores de hardware, não têm a menor vontade de realmente apoiar a Web," já que ganham dinheiro vendendo aplicações para seus ambientes nativos, através de infraestrutura própria", disse ele. Por isso, nem todas as plataformas móveis dão suporte ao HTML5. Serão necessárias muitas mudanças na forma como o HTML5 interage com o hardware, para que os aplicativos em HTML5 consigam atingir o mesmo patamar de complexidade dos programas nativos.

Em contrapartida, há muitas projeto utilizando bem o HTML5, incluindo o Firefox OS. "O sistema operacional inteiro, com exceção de drivers de hardware, é HTML5, JavaScript e CSS", diz Heilmann. A Mozilla está usando o sistema operacional em telefones de baixo custo direcionados a mercados que não podem pagar por smartphones.

Heilmann também pediu uma "fusão de conhecimento", citando ferramentas da Adobe que permitem aos desenvolvedores Flash  migrarem para o HTML5 como um exemplo. A conversão de programas existentes para HTML5, em vez de exigir que ocódigo seja reescrito,é fundamental para o sucesso HTML5, na sua opinião. Nesse ponto, Heilmann também citou o CreateJS, que oferece um conjunto de ferramentas JavaScript para HTML5, como um projeto digno.

Na opinião de Heilmann, apesar de todos os problemas típicos de uma tecnologia ainda inacabada, o potencial do HTML5 de provocar uma mudança de paradigma na programação Web, com a sua forma padronizada para construir aplicações ricas de Internet para várias plataformas, vai prevalecer. Mas é preciso ter em mente que o HTML 5 apenas torna mais fácil para os desenvolvedores em geral tirar melhor proveito de ferramentas para promover a interoperabilidade, a acessibilidade e a migração para a Web semântica.

Em suma, o conselho dele para os desenvolvedores é eles mantenham o curso e invistam em dominar a tecnologia. Tropeços vão acontecer, mas o conhecimento de HTML5 irá revelar-se útil.

value1

programadores precisam investir no HTML5

html5Apesar das dores de crescimento de uma tecnologia ainda em desenvolvimento, programadores devem investir no domínio do HTML5, mesmo com as expectativas irrealistas geradas pelo hype em torno da linguagem nos últimos anos.

OK. Até mesmo os técnicos presentes esta semana à HTML5 Developer Conference reconhecem que a tecnologia passa hoje por um momento atribulado, incluindo os comentários negativos do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

 

"Quando ele surgiu, foi saudado como uma evolução absolutamente necessária", disse Christian Heilmann, evangelista e  principal desenvolvedor da Mozilla, destacando os objetivos iniciais do HTML5 de possibilitar a compatibilidade de análise, ser consistente em todos os navegadores, ampliar o acesso a formas mais ricas de apresentação de conteúdo. Os defensores, no entanto, começaram a usar o HTML5 para impressionar, focando em  suas "brilhantes" capacidades multimídia, que chegaram a transformar o HTML5 no novo Flash, em vez de trabalhar com ele como se pretende,  afirmou Heilmann.

"Demos brilhantes são, na verdade, a única coisa que vendeu o HTML5 para todo mundo lá fora, até agora." 

Mas a tecnologia vai muito além. 

Outra questão que precisa ser desconstruída, para evitar falsas expectativas e frustrações, é a de que o HTML5 é uma tecnologia multiplataforma que torna sua presença na web mais simples e uniforme, seja qual for o aparelho do usuário. O HTML5 foi assolado por tecnólogos decididos a suportarem apenas uma tecnologia de navegador, simples, como o WebKit. Não é bem assim.

A verdade é que, apesar de suas capacidades poderosas, o HTML5 não é a solução para todos os problemas de desenvolvimento Web. Suas características adicionais são convincentes e ajudam a tornar aplicativos Web concorrentes formidáveis para os nativos, mas questões como incompatibilidades, limitações para armazenamento local de dados, desafios de sincronização e políticas de uso, precisam ser encaradas com seriedade. Toda tecnologia tem suas limitações.

No lado do móvel, o HTML5 teve de lidar com provedores de chipset e de hardwares diversos, disse Heilmann. "Alguns fornecedores não têm a menor vontade de realmente apoiar a Web, já que ganham dinheiro vendendo aplicações para seus ambientes nativos, através de infraestrutura própria", disse. Por isso, nem todas as plataformas móveis dão suporte à linguagem. Serão necessárias muitas mudanças na forma como o HTML5 interage com o hardware, para que os aplicativos consigam atingir o mesmo patamar de complexidade dos programas nativos.

Bons projetos
Em contrapartida, há muitas projetos utilizando bem o HTML5, incluindo o Firefox OS. "O sistema operacional inteiro, com exceção de drivers de hardware, é HTML5, JavaScript e CSS", diz Heilmann. A Mozilla está usando o sistema operacional em telefones de baixo custo direcionados a mercados que não podem pagar por smartphones.

Heilmann também pediu uma "fusão de conhecimento", citando ferramentas da Adobe que permitem aos desenvolvedores Flash migrarem para o HTML5 como um exemplo. A conversão de programas existentes para HTML5, em vez de exigir que o código seja reescrito,é fundamental para o sucesso HTML5, na sua opinião. Nesse ponto, Heilmann também citou oCreateJS, que oferece um conjunto de ferramentas JavaScript para HTML5, como um projeto digno.

Na opinião de Heilmann, apesar de todos os problemas típicos de uma tecnologia ainda inacabada, o potencial do HTML5 de provocar uma mudança de paradigma na programação Web, com a sua forma padronizada para construir aplicações ricas para várias plataformas, vai prevalecer. Mas é preciso ter em mente que o HTML 5 apenas torna mais fácil para os desenvolvedores em geral tirar melhor proveito de ferramentas para promover a interoperabilidade, a acessibilidade e a migração para a Web semântica.

Em suma, o conselho dele para os desenvolvedores é eles mantenham o curso e invistam em dominar a tecnologia. Tropeços vão acontecer, mas o conhecimento de HTML5 será útil.