value1

conheça o novo escritório do Twitter no Brasil

twitterofficesp 520

Para finalizar o seu segundo ano de operações no Brasil, o Twitter apresentou para a imprensa nesta quarta-feira, 26/11, a sua nova sede em São Paulo, que fica localizada na mesma região dos escritórios do Google e Facebook na capital paulista.

Com uma área total de 2.227 metros quadrados, o novo local escolhido pelo Twitter ocupa dois andares de um prédio da zona sul da cidade e demorou 111 dias para ser construído, segundo a empresa.

twitterofficesp01.jpg

Como não poderia deixar de ser, o passarinho símbolo do Twitter está mais do que presente na nova sede da plataforma de microblogging, podendo ser visto na forma de 25 figuras diferentes espalhadas pelo escritório, desde a recepção até uma sala de reuniões.

twitterofficesp02.jpg

E, seguindo o conceito adotado em várias empresas do Vale do Silício, incluindo as sedes brasileiras do Google e Facebook, o mais novo escritório do Twitter em SP traz um total de sete áreas de descompressão, voltadas para os funcionários terem um espaço para relaxar, seja com yoga ou com jogos diversos, entre outras opções.

twitterofficesp03.jpg

twitterofficesp05.jpg

Twitter no Brasil

Além dessa sede em SP, o Twitter também possui um escritório no Rio de Janeiro, onde fica a sua equipe de parcerias de mídia. No total, a empresa possui 63 funcionários no país, onde está presente desde o final de 2012.

O Brasil está entre os cinco principais mercados do Twitter em números de usuários e é responsável por 30 milhões do total de 500 milhões de tuítes gerados diariamente no mundo.

twitterofficesp06.jpg

value1

Twitter cria serviço para acabar com as senhas

O Twitter anunciou uma ferramenta chamada Digits, que dispensa o uso de senhas para acessar qualquer serviço de internet, inclusive aplicativos.

Ao invés de digitar uma senha, o usuário informa o número de telefone, no qual receberá um código de acesso. Tudo sem custos, porque a infraestrutura é do próprio Twitter.

 

 

"O Digits não postará nada por você, uma vez que ele não está ligado a nenhuma rede social, incluindo o Twitter", garante a empresa.

A plataforma está pronta, tanto que o McDonald's já a adotou em um de seus aplicativos. Segundo o Twitter, o Digits está disponível em 216 países para ser usado em 28 idiomas.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Twitter quer informar quantas pessoas lêem os seus tweets

Os editores e utilizadores verificados têm, desde o mês passado, sido capazes de monitorizar os tweets orgânicos, mas o Twitter não fica por aqui, e tenciona “oferecer” este tipo de dados de uma forma mais acessível.

Hoje, o Twitter revelou que a função de análise não se limita a pessoas ou empresas com a pequena marca azul no seu perfil (verificação). O painel de atividade dos tweets estão agora disponíveis para os utilizadores ativos, primeiramente utilizando línguas como o Inglês, o Japonês ou o Espanhol, e que tenham conta à mais de duas semanas.

 

O suporte de outros idiomas está a ser desenvolvido, e espera-se que esteja disponível o mais rápido possível para poder agradar a todos.

Com este “update”, poderá saber quem realmente está a ler os seus tweets, o que vai tornar o Twitter muito mais interativo para os seus utilizadores.

Fonte: Twitter

 

value1

Twitter vai remover imagens de pessoas mortas a pedido das famílias

O Twitter anunciou no final da noite desta terça-feira que vai remover imagens e vídeos de pessoas falecidas desde que requistado por membros da família. A decisão do microblog veio uma semana depois da filha do comediante Robin Williams, morto na semana passada, ter anunciado que iria deixar o Twitter depois de ter recebido imagens que denegriam a imagem do pai enviadas por trolls online.

 

A decisão também acontece depois que o Twitter tentou apagar imagens e vídeos reproduzindo o vídeo no qual o fotojornalista americano James Foley  teria aparentemente sido decapitado pelo grupo militante Islamic State, mais conhecido como ISIS. O vídeo foi postado pelo ISIS no YouTube e atraiu críticas horrizadas mundiais.

“No sentido de respeitar os desejos dos familiares, o Twitter vai remover imagens de pessoas mortas em certas circunstâncias", informou o porta-voz do Twitter, Nu Wexler, ao falar sobre a atualização das políticas de uso do serviço. "Quando revisar esse tipo de pedido de remoção de mídia, o Twitter vai considerar fatores de interesse público, tais como o teor jornalístico da informação e poderá não ser capaz de honrar todos os pedidos".

No caso do jornalista que foi executado, o Twitter está assumindo uma postura bem mais dura. O CEO do Twitter, Dick Costolo, anunciou nesta quarta-feira que o serviço de microblogging vai suspender as contas de usuários que publicaram imagens da execução.

O Twitter, que tem atualmente 271 milhões de usuários ativos por mês, publicou detalhes da política de uso que exige por exemplo que um membro da família ou seu representante apresente documentos como cópia do atestado de óbito e um documento de identidade oficial. Membros da família ou outras pessoas autorizadas podem solicitar a remoção de fotos ou vídeos "quando uma ofensa crítica acontece momentos antes ou depois da morte”, diz o documento.

O Twitter ainda continua, no entanto, a dar acesso à conta do usuário morto para outras pessoas, mesmo que sejam da família da pessoa morta.

A empresa continua a ser cobrada a mudar as Regras do Twitter para atender casos de ameaças ou abusos contra mulheres, por exemplo. Um ano atrás, o microblog criou o botão "in-tweet" contra abusos para reportar violações às regras de uso. O problema é que muitas pessoas argumentam que ainda é impossível parar determinados trolls.

"Eu suportei isso por dois anos, assim como inúmeras outras pessoas", diz a usuária do Twitter Imani Gandy que recentemente escreveu sobre as investidas racistas que vem sofrendo nas mãos de um troll específico que cria centenas de contas diferentes para disparar mensagens para amigos, conhecidos e colegas de trabalho.

fonte: http://idgnow.com.br/

value1

Twitter aparece com novidades que motivam o e-commerce

Muitos chegaram a apontar o Twitter como uma rede social morta. No entanto, esta mídia vem se reerguendo com novidades que motivam o e-commerce a continuar apostando. A primeira delas foi o teste com o botão “Compre agora”, como destacado no post: “http://ecommercenews.com.br/wp-content/plugins/sem-external-links/external.png) 100% 50% no-repeat;">Quem disse que o Twitter morreu?”.

 

Agora, novos testes estão sendo feitos na apresentação do conteúdo, onde a rede está escolhendo parte do conteúdo apresentado aos usuários, como o Facebook. A iniciativa parte do raciocínio de retweets e tweets patrocinados, em que ao identificar um tweet, uma conta a seguir ou outro conteúdo “popular ou relevante”, a rede o inclui na timeline também.

Outra novidade é o novo formato para anunciantes com o Promoved Video, onde será possível a postagem de vídeos através do próprio Twitter. O projeto promete oferecer diversas opções analytics para diagnóstico do vídeo, como informações sobre diferença entre alcance pago e orgânico, com base no modelo Cost Per View.

Diante disso, vale considerar as oportunidades de aperfeiçoamento para alavancar a loja virtual e sair na frente na conquista de consumidores, novamente pelo Twitter. Ele está se reinventando, fique atento e aproveite!

fonte: http://ecommercenews.com.br/

value1

Receita do Twitter mais do que dobra. Ações saltam 30% após anúncio

O Twitter mais do que dobrou sua receita no segundo trimestre de 2014, totalizando US$ 312 milhões no período, um crescimento de 124% comparado com o mesmo período de 2013. O resultado bateu de longe a previsão dos analistas financeiros, que esperavam receita de US$ 283 milhões, segundo a Thomson Reuters.

 

A empresa também surpreendeu o mercado anunciando ter fechado o segundo trimestre com 271 milhões de usuários únicos ativos, um crescimento de 24% sobre o mesmo período de 2013 e acima da previsão dos analistas, que esperavam 267 milhões de usuários únicos. Os usuários únicos móveis atingiram 211 milhões no trimestre, o que representa crescimento de 29% e 78% da base total de usuários do microblog.

Os números foram divulgados nesta terça-feira, 29/07. Apesar do salto na receita, no entanto, a empresa ainda não está lucrativa e comunicou prejuízo de US$ 145 milhões no período que encerrou em 30 de junho. Mesmo assim, as ações da companhia valorizaram 30% após o anúncio e eram negociadas a US$ 52 após o fechamento do pregão.

A receita total de publicidade do segundo trimestre foi de Us$ 277 milhões, crescimento de 129% sobre o segundo trimestre de 2013. A receita com publicidade móvel representou 81% da receita total.

A empresa agregou outros US$ 35 milhões à receita gerados pelo licenciamento de dados e outras vendas. A receita internacional já representa 33% da receita total da companhia, atingindo US$ 102 milhões, um crescimento de 168% sobre o ano anterior.

Na lista de destaques do trimestre a empresa incluiu a experiência com a Copa do Mundo, celebrando a estréia de novas formas de relacionamento com seus usuários entre elas o resultados em tempo real, notificações via push, timelines de partidas e o recurso de votação.

fonte: http://idgnow.com.br/

value1

Túnel do tempo: ferramenta resgata o primeiro tweet de qualquer usuário

O Twitter completa 8 anos de vida amanhã, 21 de março, e vai comemorar a data com boa dose de nostalgia - e vergonha alheia em alguns casos. Com uma ferramenta lançada hoje, a rede de 140 caracteres permite ao usuário resgatar seu primeiro tweet - e os dos outros também. (Clique aqui)

É muito simples participar da brincadeira: basta estar logado e digitar @ e o nome do usuário que você deseja pesquisar. No túnel do tempo do Twitter, voltamos às 18h25 de 20 de agosto de 2007 para recuperar a estreia do Olhar Digital. Sete anos depois, já somos 390 mil seguidores.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br

value1

Conheça os 5 erros mais comuns cometidos por empreendedores no Twitter

O Twitter é hoje uma das redes sociais mais relevantes do mercado. Com mais de 645 milhões de usuários, o site de microblogs também conta com muitas empresas que já vêm percebendo o potencial desta mídia como ferramenta de marketing há algum tempo. A maioria das grandes multinacionais e até pequenos negócios se beneficiam da ferramenta anunciando seus produtos e se relacionando com clientes.

No entanto, isso não significa necessariamente que elas saibam como utilizar o serviço adequadamente - pelo contrário. A Entrepeneur pesquisou e descobriu quais são os cinco erros mais comuns que empreendedores ainda cometem ao divulgar seu negócio no Twitter. Confira-os e procure evitá-los:

1. Uso inadequado de hashtags

Se você usa hashtags apenas para mostrar os assuntos que gosta, então você está fazendo isso errado. Para maximizar a visibilidade do seu negócio, é preciso pensar estrategicamente em suas publicações e utilizar hashtags populares (principalmente as que figuram entre os trending topics). Você tem que entrar no assunto de forma natural, mas sempre fazer parte dos assuntos mais comentados.

2. Exagerar no uso de hashtags

O primeiro conselho é: faça parte dos trending topics. O segundo é o seu complemento: faça isso com tato. Se você viu que #Japan está entre os assuntos mais comentados e tentar usar a hashtag em qualquer publicação sua, poderá acabar sendo insensível e incoerente com seus clientes. Afinal, o assunto pode ser popular porque houve uma grande catástrofe natural que deixou milhares de mortos e desabrigados no Japão. Seja esperto: esteja por dentro dos trending topics, saiba por que são populares e publique de acordo com isso.

3. Não usar as menções a seu favor

Esse conselho é simples: nunca inicie um tuíte com @. Se alguém escreve sobre você com uma mensagem "Adorei o @negócio, muito bom!", todos os seus seguidores e os seguidores da pessoa que tuitou irão ver - e isso será uma grande publicidade.

No entanto, se você responder "@cliente, muito obrigado!", apenas você, seus seguidores e a pessoa a quem você está respondendo irão visualizar a mensagem na linha do tempo. Com isso, você estará perdendo todos os seguidores do @cliente, que poderiam ser contactados simplesmente mudando a posição do @. Então, quando responder a algum elogio ou mensagem, lembre-se: escreva algo antes do @. Exemplo: "Obrigado, @cliente! Tentamos sempre nosso melhor". 

4. Não publicar imagens no Twitter

Já diz o ditado: "uma imagem vale mais que mil palavras". Isso também vale quando você publica mensagens no Twitter, onde o que você escreve está concorrendo com centenas e até milhares de tuítes que seus clientes seguem. Imagens aparecem no feed de notícias e se destacam muito mais do que uma linha de texto.

5. Retuitar tudo

Retuitar tudo o que aparece na sua frente não é produtivo. Pelo contrário, é impessoal e irritante. Ninguém quer seguir um perfil que só fica retuitando tudo o que vê, sem qualquer adição ou filtro. Se você achou algo muito legal e quer compartilhar, o faça, mas lembre-se de sempre adicionar alguma mensagem ou algum toque pessoal. Ser criativo é a melhor maneira para aumentar o número de seguidores. 

Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/

value1

Restrições do Twitter fazem mais uma vítima e MetroTwit sai do ar

O MetroTwit, conhecido cliente Twitter para Windows, está saindo do ar, e razão não é muito surpreendente.

Em um post no seu blog oficial, o MetroTwit explica que bateu de frente com o “token de limite de acesso” do Twitter, que é a maneira do microblog se certificar de que nenhum cliente terceirizado fique muito popular. Essencialmente, mais pessoas queriam usar o MetroTwit do que o Twitter permitiria.

 

Sendo assim, o MetroTwit retirou do ar seu instalador para o aplicativo desktop do Windows e removeu a listagem na Windows Store do seu aplicativo no estilo moderno. 

Os usuários existente poderão continuar acessando o MetroTwit, mas os apps não receberão mais updates ou novos recursos.

“Estamos extremamente orgulhosos de termos trabalhado com o MetroTwit e queremos agradecer aos mais de 400 mil usuários do Twitter que usaram o MetroTwit nos últimos quatro anos e nos ajudaram a formatar e dar suporte ao serviço”, afirmou a equipe do app em um post.

O MetroTwit está longe de ser a primeira vítima dos limites da API do Twitter. Anteriormente, outros clientes para Windows, como Rowi e Carbon, já tinham passado pela mesma situação.

fonte: http://idgnow.com.br

value1

Estudo sugere que Twitter pode detectar surtos de HIV

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) conseguiram relacionar certos tipos de mensagens postadas no Twitter ao aumento do contágio por HIV e sugeriram que a rede de microblogs pode ser usada para controlar surtos.

A equipe por trás da pesquisa trabalha no Centro de Comportamento Digital da instituição. Eles cruzaram tweets sobre uso de drogas e comportamento sexual arriscado aos dados geográficos sobre HIV.

 

Mais de 550 milhões de mensagens foram coletadas entre 26 de maio e 9 de dezembro de 2012. Um algoritmo foi montado para separar os tweets que continham expressões como “sex” e “get hight” (algo como “ficar chapado”); então essas informações foram comparadas às estatísticas de contágio.

Há uma relação comprovada entre as duas coisas, segundo os pesquisadores. O problema é que os dados utilizados são de 2009, então não refletem o cenário atual e, por isso, o estudo está impossibilitado de ajudar campanhas de prevenção.

Califórnia, Texas, Nova York e Flórida são os estados com maior número de tweets relacionados ao risco do HIV. Washington DC, Delaware, Louisiana e Carolina do Sul são os que apresentam taxa per capta mais expressiva de mensagens ligadas ao vírus.

Via Mashable

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/