value1

Menino de 10 anos que ‘hackou’ Instagram revela historial de piratarias

Menino de 10 anos que ‘hackou’ Instagram revela historial de piratarias

Menino de 10 anos que ‘hackou’ Instagram revela historial de piratarias. O mundo ficou perplexo com a notícia de uma criança finlandesa que com apenas 10 anos ‘hackou’ o Instagram. Jani de seu nome reportou ao Facebook o ‘hack’ que permitia a alguém eliminar comentários na rede social. Continue reading "Menino de 10 anos que ‘hackou’ Instagram revela historial de piratarias"

value1

Instagram finalmente libera edição de legendas em fotos

Quando o assunto é o Instagram, uma legenda perfeita é quase tão importante quanto a foto em si. Por isso, é frustrante quando você comete um erro de digitação ou escreve alguma informação errada. O Instagram era basicamente a única rede social em que um erro desse tipo não podia ser apagado. Era preciso apagar o post e começar do zero.

 

Mas o mais recente update, lançado nesta semana na App Store, finalmente muda isso. Agora é possível editar as legendas de fotos depois de elas terem sido publicadas.

A versão 6.2.0 do aplicativo também introduz uma nova ferramenta de descoberta na aba Explorar, traz algumas pequenas mudanças de design, e agora permite que você edite a localização da sua foto.

No entanto, ainda não é possível editar os comentários que você fez nas fotos dos seus amigos.

value1

Instagram lança o novo rival do Snapchat, o Bolt

Depois do erro do Instagram ao lançar o banner introdutório do Bolt fora do tempo, a aplicação é agora oficial… para alguns.

A principal diferença do Bolt que vem fazer rivalidade com o Snapchat ou com oSlingshot, é a velocidade, que permite tirar e enviar fotos ou vídeos com apenas um toque. Segundo os criadores, o Bolt “envia fotos e vídeo mais rápido que a tua sombra”.

 

A aplicação não necessita da conta do Facebook ou do Instagram, precisa apenas de se inscrever com o seu número de telefone e estará pronto a utilizar o Bolt.

O Bolt já está disponível no iTunes e Google Play, mas infelizmente, apenas para pessoas residentes na Singapura, África do Sul e Nova Zelândia, pois segundo os criadores, o Bolt foi lançado apenas em alguns países de maneira a fazer alguns testes para certificar que se obtém a melhor experiencia.

Segundo o Instagram:

“O Bolt é a maneira mais rápida de partilhar uma imagem ou um vídeo. Apenas toque para capturar e enviar. Decidimos começar em pequeno, apenas abrangendo alguns países, para certificar que se mantém uma grande experiência. Esperamos estender o Bolt mais amplamente em breve.”

fonte: http://www.tecnologia.com.pt/

value1

Quem usa Instagram em redes WiFi públicas corre o risco de hijack

Um problema de configuração no aplicativo do Instagram para dispositivos iOS pode permitir a um hacker roubar a conta do usuário, se ambos estiverem na mesma rede WiFi pública.

A falha foi descoberta, anos atrás, por Stevie Graham, que se descreve como um "hacker at large", com base em Londres.

 

Para chamar mais atenção para a questão, Graham desenvolveu uma ferramenta que pode comprometer rapidamente muitas contas do Instagram, batizada por ele de "Instasheep" - uma brincadeira com Firesheep, uma extensão do Firefox que pode comprometer as contas online em determinadas circunstâncias.

"Acho que esse ataque é extremamente grave, pois permite o roubo de sessão, através de um processo facilmente automatizado," escreveu Graham. "Eu poderia ir para uma loja da Apple amanhã e colher milhares de contas em um dia, e então usá-las para enviar spam", afirma.

A descoberta de Graham é um problema de configuração há muito conhecido, que levou muitas empresas da Web a criptografarem completamente todas as conexões feitas com seus servidores. A transição para a criptografia completa, através do uso do protocolo HTTPS. A ideia principal do HTTPS é criar um canal seguro sobre uma rede insegura.

A API do Instagram faz pedidos não criptografadas para algumas partes da sua rede, segundo Graham. Isso representa uma oportunidade para um hacker que esteja na mesma rede WiFi desprotegida, ou protegida através do protocolo WEP, que pode ser facilmente quebrado.

Algumas dessas chamadas da API do Instagram transmitem um cookie de sessão não criptografado, ou um arquivo de dados que permite que um usuário do Instagram se identifique. Ao coletar o tráfego de rede, através de um ataque do tipo man-in-the-middle, o cookie de sessão pode ser roubado e usado por um atacante para assumir o controle da conta da vítima.

Embora funcionários do Facebook não tenham feito nenhum comentário a respeito, o co-fundador do Instagram, Mike Krieger, escreveu no YCombinator's Hacker News feed do serviço que pretende "aumentar progressivamente" o uso de criptografia completa.

De acordo com Krieger, o recurso "Instagram Direct", que permite que as fotos sejam compartilhadas apenas com pequenos grupos de pessoas, é totalmente criptografado. Como o uso da criptografia em todas as comunicações do Instagran implicará o uso de mais parâmetros sensíveis à latência, a equipe do serviço prefere primeiro se certificar de que a transição para o HTTPS não afetará o desempenho.

"Este é um projeto que esperamos concluir em breve, e vamos compartilhar nossas experiências em nosso blog para que outras empresas possam aprender com elas", escreveu Krieger.

O Google oferece criptografia completa como uma opção para o Gmail desde 2008. Em 2010 se tornou padrão do webmail. O Facebook adotou om protocolo HTTPS por padrão em janeiro de 2011.

fonte: http://idgnow.com.br/

value1

Instagram lança serviço de envio de fotos e vídeos privados

instargramO Instagram anunciou nesta quinta-feira, 12, uma nova funcionalidade. Chamada Instagram Direct, ela funcionará de forma semelhante a um mensageiro instantâneo que permitirá a troca de fotos e vídeos de forma privada entre usuários da plataforma.

Até o momento, o Instagram esteve focado apenas em construir uma rede social para compartilhamento de fotos e vídeos, mas agora ganha também uma "terceira dimensão", que possibilitará a comunicação com apenas uma pessoa ou com um grupo específico de pessoas, sem que todos precisem ver o que você está fazendo. 

"Algumas vezes, você não quer compartilhar um momento com todos, mas apenas com um grupo restrito", explica Kevin Systrom, CEO do Instagram.

instargram-mensagem
Embora aplicativos como o Snapchat e o Whatsapp não cheguem a ser citados pelo Instagram como inspiração ou concorrência, é fato que suas funcionalidades estavam roubando um pouco do mercado para a rede de compartilhamento de fotos. Isso porque eles também permitem a troca de imagens, só que de forma privativa, sendo que o Snapchat até mesmo apaga as imagens depois de um período de tempo. Por mais que sejam propostas diferentes, eles acabam colidindo em determinado ponto e isso pode ser um problema. Talvez a recusa do Snapchat em ser comprado pelo Facebook tenha incentivado a mudança.

A atualização deve ser disponibilizada ainda hoje para usuários do Android e iOS, mas ainda não há previsão de quando deve chegar ao Windows Phone. 

Ao receber uma mensagem, a pessoa é notificada e, assim como no Facebook, quem a enviou ficará sabendo que o destinatário visualizou o post. Também é possível iniciar uma conversa instantânea por meio de um novo botão incluso na interface.

Apenas as pessoas que o usuário segue poderão lhe enviar mensagens. Caso contrário, o usuário receberá uma notificação para decidir se quer contatar a pessoa, ou bloqueá-la.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Instagram completa 3 anos; relembre fatos marcantes

instargranHá exatos três anos entrava em funcionamento o Instagram, aplicativo/rede social de fotos que deu uma sacudida na forma como os internautas lidam com a fotografia digital.

 

Com 150 milhões de membros, a comunidade em torno do serviço viu mudanças importantes ao longo desse tempo, dentre as quais as principais foram a aquisição do Instagram pelo Facebook - que gastou US$ 1 bilhão por ele - e a adoção de uma ferramenta de vídeos.

Também surgiram a possibilidade de se incorporar postagens em sites, vários casos de vírus e spam, e a notícia de que a rede exibirá propaganda em breve - mesmo que Mark Zuckerberg tenha negado a possibilidade. O Instagram chegou até a ser apontado como rede social que mais causa depressão.

Tudo isso, aliás, aconteceu longe dos olhos de usuários de Windows Phone, porque em três anos, além de não ter um app oficial na plataforma, o Instagram fez questão de tirar do ar as opções alternativas.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Instagram ultrapassa os 150 milhões de utilizadores e pode haver publicidade à vista

instagram-capaO Instagram anunciou este domingo, 8, que ultrapassou a barreira dos 150 milhões de utilizadores. Agora, a rede social espera utilizar esta base de fãs para implementar publicidade na plataforma.

 

A informação foi revelada pelo Wall Street Journal. De acordo com o periódico, o Instagram, que tem sido gratuito e livre de publicidade desde que foi lançado em 2010,pretende introduzir anúncios publicitários na rede já em 2014.

Segundo os especialistas, a rede social tem estado sobretudo focada em atrair utilizadores nos últimos três anos antes de introduzir mudanças tão profundas como esta. Contudo, o facto de ter sido adquirida pelo Facebook em 2012 (por mil milhões de dólares, recorde-se) terá vindo mudar muita coisa.

Se o Instagram continuar a conquistar seguidores a este ritmo, conseguirá subir ao mesmo escalão ocupado pelo Twitter, que tem 200 milhões de utilizadores, em pouco tempo.

O maior desafio com que o Instagram se irá deparar a partir daqui será, sem dúvida, continuar a manter vivo o facto de ser considerada a rede social mais “na moda” apesar da introdução de publicidade.

fonte: http://www.tecnologia.com.pt/

value1

NASA publica fotografias históricas da Lua através do Instagram

nasa-instargramNASA divulgou imagens históricas da Lua na rede social Instagram, com o objetivo de celebrar uma data muito especial. A agência espacial lançou a sua nova sonda LADEE (Lunar Atmospheric and Dust Environment Explorer), que pode ser descrita como um “aspirador espacial” e que terá como objetivo recolher detritos lunares para posterior observação.

 

A nova estrutura vai estudar os crepúsculos lunares, fenómeno que os cientistas acreditam ser provocados pelo pó lunar eletricamente carregado pela luz do sol.

O fenómeno foi notado pelos astronautas que viajaram até ao satélite natural da Terra nas décadas de 1960 e 1970, a mesma altura em que o Homem pisou a Lua pela primeira vez. Na época, os visitantes notaram uma luz sobre o horizonte do astro, algo que pode ser explicado agora com a ajuda do LADEE.

terra-pela-lua

Para celebrar o lançamento da nova sonda, a NASA publicou quatro imagens da Lua registadas em missões dessa época e outras três fotografias do lançamento do LADEE. A agência revelou ainda que irá usar o Instagram para publicar imagens e vídeos de outras missões, com o objetivo de oferecer aos seus seguidores uma visão mais abrangente do Universo.

fonte: http://www.tecnologia.com.pt

value1

Instagram compra app para melhorar serviço de vídeos

istargra-videoDois meses após liberar um recurso para gravação e compartilhamento de vídeos, o Instagram fez sua primeira aquisição no setor. A escolhida foi a Luma, que possui um aplicativo com funções semelhantes às do Instagram.

 

A empresa atuava há 18 meses oferecendo filtros e funcionalidades básicas de ajustamento, ajudando os usuários a mexerem em contraste, brilho, luz etc. Também tinha uma tecnologia de estabilização de imagem que será bem-vinda no Instagram.

Não foram divulgados os termos da compra, e a Luma já avisou que o app será desativado, sendo que o suporte só funcionará até 31 de dezembro pelo e-mail support@luma.io. Usuários podem baixar seus vídeos por este link.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Fique esperto: anúncio "Instagram para PC" é golpe

instagram 435Uma publicidade está circulando pelo Facebook e Twitter anunciando uma versão desktop do aplicativo de compartilhamento de fotos. E adivinha? É falso! O alerta foi divulgado pela empresa de segurança Symantec, nessa quarta-feira (20).

 

O Instagram, que é de propriedade do Facebook, só está disponível para dispositivos móveis. A sua popularidade, no entanto, o torna atraente para spammers e golpistas, explicou o gerente de resposta de segurança da Symantec, Satnam Narang.

"Ambas as supostas versões do Instagram para PC não são entregues como  o prometido", escreveu Narang no blog da empresa. "É apenas mais um veículo para os scammers convencerem os usuários a preencher questionários, para que então eles possam ganhar dinheiro por meio de programas de afiliados suspeitos".

Felizmente, Narang escreveu que "não houve nenhuma funcionalidade maliciosa fornecida com o software, como um keylogger ou um backdoor". Tais táticas são tipicamente embutidas no software malicioso.

instagram scamPrograma finge instalar uma versão do Instagram no PC

Os cibercriminosos oferecem o que é supostamente um emulador que permite que o Instagram seja executado em um desktop. Ao clicar no link são iniciados dois downloads, um dos quais é um arquivos compactado ".rar" e o outro é um arquivo .DLL (biblioteca de vínculo dinâmico), escreveu Narang.

Ao executar o programa é exibida uma tela de login. Se um usuário faz logon, uma mensagem de erro é mostrada junto a uma caixa de diálogo perguntando se o usuário deseja baixar outro arquivo que é supostamente necessário.

O programa então incentiva as pessoas a clicar "em uma variedade de opções de compartilhamento social, antes de tentar o download novamente", escreveu Narang. Finalmente, o usuário é levado para uma pesquisa.

Outra versão do Instagram para PC pede ao usuário para ativar o programa exibido em uma janela pop-up, que também leva a uma outra pesquisa.

O anúncio falso chamou atenção. Narang escreveu mais de 4 mil pessoas já postaram sobre o aplicativo no Twitter e no Facebook. Outros 2 mil usuários compartilharam a armadilha no Google+.

fonte: http://idgnow.uol.com.br/