value1

Hacker rouba mais de 10 milhões

Hacker rouba mais de 10 milhões

Um hacker alega ter roubado cerca de 10 milhões de registros médicos de pacientes e quer vendê-los por mais de 800 mil dólares. No final de semana, o hacker que se intitula como “thedarkoverlord”, começou a anunciar a venda dos registros no TheRealDeal, um mercado negro da Deep Web. Continue reading "Hacker rouba mais de 10 milhões"

value1

Como usar WhatsApp bloqueado com VPN no 3G, 4G e no Wi-Fi

Como usar WhatsApp bloqueado com VPN no 3G, 4G e no Wi-Fi

Como usar WhatsApp bloqueado já que será bloqueado nesta segunda-feira (2) por uma determinação judicial. Porém, para não ficar 72 horas sem usar o mensageiro, é possível burlar a proibição por meio de aplicativos de VPN, que são simples de usar. Com eles, o seu aparelho funciona como se estivesse conectado de um outro país e consegue acessar o aplicativo de mensagem mesmo no 3G ou 4G. Se você não quer ficar sem falar com seus amigos, confira como usar o WhatsApp no 3G, 4G, Wi-Fi com VPN. Continue reading "Como usar WhatsApp bloqueado com VPN no 3G, 4G e no Wi-Fi"

value1

Saiba quais serão as 7 tendências de segurança em TI para 2016

Saiba quais serão as 7 tendências de segurança em TI para 2016

Prepare-se: o próximo ano será marcado por extorsões online e hacktivismo. Pelo menos é o que aponta o relatório “Uma Linha Tênue: Previsões de Segurança para 2016” da Trend Micro. Continue reading "Saiba quais serão as 7 tendências de segurança em TI para 2016"

value1

Cofundador do Pirate Bay é liberado da prisão

Mais de cinco meses após ter sido preso, o cofundador e ex-porta-voz do Pirate Bay foi libertado nesta segunda-feira, 10. Peter Sunde passou dois anos foragido, até ser capturado no fim de maio enquanto visitava parentes na Suécia.

 

Mesmo sem ter cometido crimes violentos, ele foi transferido para um presídio de segurança máxima, onde permaneceu até agora e que, graças a restrições alimentares (ele é vegano), o fez perder cerca de 15 kg.

De acordo com o TorrentFreak, Sunde voltará ao ativismo por liberdade na internet, mas junto com uma série de projetos que ele tocava antes de ser preso, incluindo o serviço de pequenas doações Flattr e o app de chat criptografado Heml.is.

A soltura de Sunde surge em meio a tempos difíceis para outros fundadores do Pirate Bay. Há duas semanas Bay Gottfrid Svartholm Warg foi condenado a três anos e meio de prisão na Dinamarca. Na semana passada, Hans Fredrik Lennart Neij, também um dos fundadores, foi detido quando tentava entrar na Tailândia.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Hackers roubam dados de 800 mil empregados do correio americano

O serviço de correios norte-americano (U.S. Postal Service) sofreu um ataque que pode ter comprometido e vazado informações de 800 mil funcionários, bem como de clientes que utilizaram serviços do governo dos Estados Unidos. 

 

O vazamento de dados atingiu sistemas de informação do órgão, e está sendo investigado pela polícia federal (FBI) do país, que tocam dados como nomes, datas de nascimento, números de seguro social, endereços e outras informações dos colaboradores da entidade. 

A invasão foi descoberta em setembro e pode, também, ter afetado dados de clientes que usaram serviços do USPS entre janeiro e agosto, que incluem nomes, endereços, telefones e dados de e-mails. 

O órgão, contudo, não acreditam que consumidores afetados tenham que tomar alguma ação para protegerem suas contas em bancos, por exemplo, pois “não há evidências” de que informações relativas a cartões de débito e crédito não tenham sido atingidas, informou a empresa, que ainda investiga qual o tamanho do estrago e o número total de afetados. 

A USPS atribuiu o vazamento a táticas sofisticadas de invasão. Os serviços não foram suspensos devido ao fato. A suspeita é que o ataque partiu de hackers chineses. Tal informação, contudo, ainda está sob investigação. 

value1

Hacker engana autenticação em duas etapas e invade conta do Gmail

Um hacker conseguiu driblar o sistema de autenticação em duas etapas do Gmail para invadir a conta de sua vítima. O sistema, em si, não falhou, mas o ocorrido revela que há uma brecha a ser explorada pelos mal intencionados.

 

O caso foi relatado pelo desenvolvedor Grant Blakeman em seu perfil na Ello. O destino final do atacante era sua conta no Instagram, que ele acabou conseguindo dominar por algum tempo, antes que fosse devolvida a Blakeman.

O que o hacker fez foi invadir o Gmail para redefinir a senha do Instagram. Ele conseguiu isso após entrar em contato com a operadora de celular de Blakeman e pedir que suas ligações e mensagens fossem encaminhadas a outro número; assim, quando o Gmail pediu, além da senha, um código de confirmação que chega por SMS, o hacker foi capaz de obtê-lo.

A autenticação em dois passos funcionou, mas o atacante agiu antes do sistema, indo atrás de uma fonte relativamente fácil. Pedidos de reencaminhamento de chamadas e mensagens são feitos por telefone e basta informar dados pessoais para que o atendente realize a operação.

Via Gizmodo

value1

Cerco ao Pirate Bay prende um dos fundadores do site

Na semana passada, o cofundador do Pirate Bay Gottfrid Svartholm Warg foi condenado a três anos e meio de prisão na Dinamarca. Hoje, o alvo é outro nome de peso na alta cúpula do maior site compartilhamento de conteúdo pirata: Hans Fredrik Lennart Neij, também um dos fundadores, foi detido quando tentava entrar na Tailândia.

O hacker sueco, de 36 anos, é conhecido como TiAMO e vinha do Laos, país onde vivia escondido com a família, segundo agências de notícias internacionais. Em 2009, Neij foi condenado na Suécia a um ano de prisão por desrespeito à lei de direitos de propriedade intelectual, assim como os parceiros Gottfrid Svartholm Warg, Peter Sunde e Carl Lundström. Além da sentença, a Justiça havia determinado na época que eles pagassem US$ 3,6 milhões pelos danos causados.

Via: BBC

value1

Google implementa caixa de buscas para Pirate Bay

O Google acaba de tomar um passo que promete irritar organizações que defendem estúdios de Hollywood, como a RIAA e a MPAA. A gigante de buscas implementou uma caixa de buscas dedicada para o Pirate Bay - site popular de conteúdo pirata - dentro dos resultados pelo termo "The Pirate Bay".

Ao digitar o nome de um filme, série ou arquivo na caixa, o Google redireciona automaticamente para os resultados de pesquisa interna no site de downloads.

O recurso faz parte de novo recurso de "sitelinks" do Google, ferramenta que aparece quando o usuário digita palavras-chave de páginas conhecidas na web, como o Pirate Bay.

Segundo as associações anti-pirataria, a companhia está facilitando a busca por conteúdo que infringe direitos autorais. As organizações já deixaram claro em diversas ocasiões que gostariam que o Google dificultasse a procura por pirataria, inclusive removendo sites como o Pirate Bay nos resultados de busca.

Via TorrentFreak

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/