value1

Estatísticas de Internet e Mídias Sociais em 2018

Estatísticas de Internet e Mídias Sociais em 2018

Estatísticas de Internet e Mídias Sociais, este ano tem sido explosivo para o mundo da mídia social. Com todos os regulamentos on-line, as revoluções da hashtag no Twitter e os escândalos de privacidade no Facebook, a Internet ofereceu uma infinidade de dramas . Continue reading "Estatísticas de Internet e Mídias Sociais em 2018"

value1

10 curiosidades sobre o Firefox

A Mozilla comemora na próxima segunda-feira (10) dez anos do navegador Firefox. Para celebrar, a empresa divulgou 10 fatos curiosos sobre o browser. Confira abaixo:

 

1) Sem fins lucrativos

Além de ter o código aberto, o Firefox é o único navegador feito por uma organização orientada por missão sem fins lucrativos.

2) Aplicativo

Presente em desktops com sistemas Windows, Mac e Linux, o Firefox também está disponível para smartphones e tablets com Android. Segundo a Mozilla, o aplicativo já foi baixado mais de 80 milhões de vezes na Google Play.

 

3) Primeiro navegador com extensões

O Firefox foi o primeiro browser com a opção de extensões e personalização. Até o momento, cerca de 4 bilhões de complementos já foram baixados desde do lançamento do recurso.

4) Tradução

Uma comunidade global de voluntários traduz o Firefox para quase 90 idiomas, que, por sua vez, representam 50% dos usuários que não utilizam a versão em inglês. Além disso, a equipe de acessibilidade do Firefox disponibilizou a versão mais recente do navegador para usuários com deficiências físicas e motoras.

5) Sistema mobile open source

De acordo ainda com a Mozilla, o Firefox OS é o único sistema operacional "verdadeiramente aberto" para smartphones. Atualmente, o sistema já está presente em 24 países da Ásia, Europa e América Latina e possui 12 aparelhos sendo comercializados.

6) Navegador para desenvolvedores

O "Firefox Developer Edition" é o primeiro browser criado especificamente para desenvolvedores. O seu lançamento está marcado para a mesma data do aniversário do Firefox.

 

7) Privacidade

O Firefox oferece ferramentas para a privacidade online dos usuários como o Private Browsing, Guest Browsing, Do Not Track ("não rastreie") e o botão do "esquecimento", lançado recentemente.

8) Jogos 3D no navegador

O Firefox foi o primeiro navegador a permitir jogos 3D diretor do browser, seja no desktop ou mobile, graças ao WebGL, agora adotado pelos seus principais concorrentes.

9) Gecko

Além da raposa, o Firefox tem outro mascote. Trata-se do lagarto Gecko, motor Web responsável por trazer novos recursos e aumentar a interoperabilidade do navegador.

 

10) Anúncio no New York Times

O lançamento do Firefox foi anunciado em 2004 em uma página inteira do jornal The New York Times. Para isso, a Mozilla contou com a colaboração de 10 mil pessoas.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Três motivos práticos para usar o modo privado de seu navegador

Os navegadores modernos estão cheios de recursos poderosos e ocultos, mas um dos mais ignorados é o modo "privado", "privativo", "incognito" ou "anônimo". Se você já ouviu falar deste recurso, são boas as chances de que o conheça pelo infame apelido de “modo pornô”.

 

Essa reputação, que sugere que a única vez em que alguém irá querer um pouco de privacidade na rede é na hora de satisfazer um de nossos instintos mais primitivos, não é merecida. Há vários outros motivos para usar regularmente o modo anônimo do navegador, e eles não envolvem sites com três X no título.

O que é o modo privado

O modo privado impede que outros usuários do navegador saibam sobre seus hábitos de navegação, mas não pode ocultar sua atividade de seu provedor ou de bisbilhoteiros online. Para esse nível extra de privacidade você irá precisar de uma rede virtual privada, ou VPN.

Tudo o que o modo privado faz é não registrar os históricos de busca e navegação, além de descartar cookies que sejam recebidos durante uma sessão. Ou seja, ele elimina rastros e informações que poderiam indicar a outros usuários (ou sites) por onde você andou. Se você não sabe como ativar este modo em seu navegador, pode consultar instruções online para o Chrome, Firefox, Internet Explorer e Safari

Depois de ativar o modo privado, vamos ver como tirar proveito dele.

Driblando “paywalls”

Vários sites (como grandes jornais) colocam parte de seu conteúdo atrás de uma “paywall”, ou seja, só acessível a usuários pagantes, mas permitem que você leia gratuitamente um pequeno número de artigos por dia, semana ou mês antes de exigir uma assinatura. Mas há muitas formas de driblar estas limitações. Sites como o The New York Times, por exemplo, permitem que você leia um artigo na íntegra gratuitamente se o link vier de uma rede social como o Facebook ou Twitter, mesmo depois que você atinge o limite.

Outra opção é abrir o navegador no modo privado. Desta forma os “cookies” que o site usa para determinar quantos artigos você já leu não serão registrados, e para o site você será sempre como um novo visitante com um contador “zerado”. 

Contas privadas em um PC público

Graças a smartphones, tables e notebooks ultraportáteis, hoje é raro precisar ir a um cybercafé ou biblioteca para acessar suas contas online. Mas isso ainda pode ser necessário de vez em quando.

Mas os PCs nesses locais geralmente sofrem de manutenção inadequada, e podem não eliminar seu histórico de navegação ou cookies recebidos depois que você encerrar sua sessão, o que é um risco à sua privacidade.

Para ter certeza de que ninguém irá encontrar a página de login de seu blog pessoal ou qualquer outra informação importante sobre você, use o modo privado sempre que precisar usar um PC público. Não é uma técnica infalível, mas junto com impedir que os sites se lembrem de sua senha e um pouco de senso comum, pode ser uma forma eficaz de proteção.

Sem histórico, por favor

Pornografia não é o único motivo pelo qual você pode querer esconder seus rastros enquanto busca informações. Talvez você queira procurar informações sobre um problema de saúde e não quer que os termos de busca apareçam no histórico do PC da família. Talvez você esteja procurando um presente surpresa, e não quer que ninguém veja que você passou algumas horas na Amazon.com ou comparando preços.

Ou seja, os motivos para ocultar parte de seu histórico de navegação são muitos, e o modo privado de seu navegador é sua ferramenta para isso.

fonte: http://pcworld.com.br/

value1

Qual navegador móvel é mais rápido? Veja o teste

Por ser o navegador oficial do iOS, o Safari poderia ser o mais rápido quando usado no iPhone, mas o pessoal da CNET fez um teste e descobriu que a lógica teórica nem sempre se concretiza na prática.

Três repórteres do site usaram Safari, Opera e Chrome em três iPhones de mesmo modelo (o 5s), com a mesma fonte de internet 4G e caches e históricos deletados. Cada um abriu três tipos de páginas: notícias (NYT), imagens (Pinterest) e um mais pesado de mídia (Giant Bomb).

 

No fim, quem se deu melhor foi o Chrome, que abriu a maioria das páginas mais rapidamente que os concorrentes. O Safari até conseguiu brigar, mas o Opera não abriu nenhuma na frente – no primeiro teste eles quase desistiram de esperar o Opera.

Confira no vídeo como tudo foi feito:

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

value1

Sincronização do Firefox torna-se mais simples

FirefoxOs utilizadores do Firefox que usem a função de sincronização de favoritos e passwords entre diversos dispositivos vão ter a vida facilidade.

A Mozilla decidiu alterar a forma como a sincronização era feita. Anteriormente eram usadas chaves de sincronização no serviço Firefox Sync o que obrigava os utilizadores a guardar um código de autorização que era gerado automaticamente. Se por qualquer razão o utilizador perde-se esse código deixava de conseguir aceder aos seus favoritos, passwords e ao histórico de navegação.

 

Em vez disso a Mozilla decidiu passar a utilizar uma combinação de email e password, similar ao método que o Google usa.

Embora esta opção não seja tão segura como a anterior tem outras vantagens. Em caso de avaria do computador o utilizador consegue recuperar facilmente os seus favoritos, ao contrário do que acontecia anteriormente.

Esta nova versão está em fase de testes nas versões Nightly do Firefox, o que significa que quem a quiser experimentar vai ter de instalar uma versão beta do Firefox. A outra opção será aguardar que a nova sincronização fique disponível numa versão estável, o que não deverá demorar a acontecer.

fonte: http://www.tecnologia.com.pt/

value1

Mozilla divulga lista das 13 melhores extensões para Firefox de 2013

firefoxA Mozilla é mais uma empresa que entrou no clima de fim de ano e anunciou, nesta quarta-feira, 18, sua lista com as melhores extensões do ano para o navegador Firefox. A lista ficou bem diversificada, com várias funcionalidades diferentes. Confira a seleção:

Stylish - A extensão permite a instalação de vários temas para diversos sites. Por exemplo: é possível personalizar o YouTube, o Facebook, o Google, etc, basta escolher e baixar uma nova aparência.

Bluhell Firewall - Extensão de firewall e controle de privacidade, com bloqueio de publicidade e cookies de rastreamento.

S3.Google Translator - Permite a tradução do conteúdo de um site, usando o sistema de tradução do Google. Bastante semelhante à ferramenta nativa do Google Chrome.

Click&Clean - Maneira fácil de limpar todo seu histórico de navegação, arquivos temporários, cookies, lista de downloads, URLs digitadas. Ele também pode ser configurado para limpar dados pessoais assim que o Firefox fecha.

Self-Destructing Cookies - Cookies são importantes mas às vezes são perigosos, principalmente em relação à privacidade. Este site elimina os cookies de um site assim que sua aba é fechada, evitando o rastreamento. O usuário pode escolher se prefere deixar algum site na "White List", para permitir o uso de cookies.

X-Notifier - Cadastre seu e-mail e sempre que receber alguma mensagem nova, você será notificado. Tem suporte ao Gmail, Outlook.com, Yahoo! e outros serviços menores. Também funciona com Facebook e Twitter. 

New Tab Plus - Acrescenta recursos à nova aba vazia, incluindo um "speed dial" com os sites favoritos e backup na nuvem.

Google/Yandex search link fix - Já tentou copiar um link na página de resultados de pesquisa do Google? Você deve ter percebido que a URL que foi para o seu clipboard não faz sentido, cheia de caracteres misteriosos. Tudo isso para rastrear o seu acesso. A extensão permite que você copie o link original, sem interferência do Google.

Clear Console - Mais um recurso para limpar todo seu histórico de navegação, favoritos, cache, cookies, etc, com apenas um clique.

Video Resumer - Estava assistindo a um vídeo e parou? Esse plugin guarda o instante em que você parou para você poder continuar mais tarde.

Fastest Search - Agiliza o processo de buscas na web e ajuda a comparar preços do comércio eletrônico.

URL Link - Um jeito mais inteligente de gerenciar as URLs e endereços de e-mail encontrados na web e na sua caixa de entrada do Thunderbird.

Reload Plus - Reimagina a função de refresh nas páginas, criando atalhos diferentes para utilidades distintas. 

fonte: http://olhardigital.uol.com.br

value1

Usuários do Firefox podem saber como são monitorados pela internet

firefoxA Mozilla liberou uma extensão para Firefox que informa ao internauta como ele é monitorado pela rede enquanto usa o navegador. O Lightbeam faz isso mostrando, além do histórico de navegação, uma análise de quais aplicações rastreiam ou monitoram a pessoa.

 

De acordo com o The Next Web, o app é uma continuação do antigo add-on experimental Collusion e consiste num esforço da Mozilla para fazer os usuários entenderem como funciona o monitoramento virtual.

Com o Lightbeam as pessoas podem ver exatamente quem consegue acessar suas informações e como as aplicações e sites fazem isso.

Para baixar o serviço clique aqui.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br

value1

Firefox 23 com mais soluções de segurança e nova ferramenta socia

firefox logoA versão 23 do Firefox para Windows, Mac, Linux e Android marca a estreia de um novo logótipo. Além da imagem, a última atualização do navegador traz ainda novidades ao nível da segurança e da ligação às redes sociais.

 

As melhorias incluem a adição de um botão de partilha, de um bloqueador de conteúdo misto, e de um monitor de ligação à internet ao lado do desktop. 

Ao nível da segurança, o Firefox 23 permite agora bloquear conteúdos de páginas com características mistas, ou seja, o browser pode bloquear conteúdos inseguros de sites que combinam tanto informação segura como desprotegida, rejeitando o conteúdo enviado pelo protocolo HTTP e deixando passar aquele que utilizar o protocolo HTTPS. Esta alteração pode significar uma diminuição na propagação de conteúdos maliciosos, impedindo também que sejam carregados acidentalmente pelos utilizadores.

As versões para Windows, Linux e Mac ganharam também um botão que permite partilhar conteúdos nas redes sociais como o Facebook, com apenas um clique. No Android foi ainda implementada uma nova barra de localizações, um sistema de autocompletar URLs e a possibilidade de incorporar gerenciadores de RSS.

Entre algumas outras  melhorias ou novidades, há ainda a registar a subtil mudança no logotipo, que foi redesenhado.

value1

Doze atalhos de teclado para agilizar a navegação na web

tecladoÉ verdade que os atalhos não irão fazer uma página carregar mais rapidamente, mas uma vez que ela tenha sido carregada, você poderá ir para o topo ou fundo dela instantâneamente, trocar de abas num piscar de olhos e entrar e sair do modo tela cheia numa fração do tempo necessário para pegar o mouse e levar a setinha até um botão.

 

Estes são alguns dos atalhos de teclado mais úteis, e são Universais. Ou seja, funcionam tanto no Chrome quanto no Firefox e no Internet Explorer. Para simplificar, incluí abaixo apenas o que considero “essencial”. 

Navegação geral

Voltar à página anterior: Backspace
Retornar à página de onde você acabou de sair: Shift+Backspace
Colocar o navegador em Tela Cheia: F11

Navegação na página atual

Descer uma página: Espaço
Voltar uma página: Shift+Espaço
Ir para o fim da página: End
Ir para o topo da página: Home

Mover entre abas

Abrir uma nova aba: Ctrl+T
Fechar a aba atual: Ctrl+W
Mover para a aba à direita: Ctrl+Tab
Mover para a aba à esquerda: Ctrl+Shift+Tab
Mover para uma aba específica: Ctrl+Número (por exemplo, Ctrl+3 para a 3ª aba aberta)

Há muitos outros atalhos em cada navegador, e você pode encontrar listas deles na web. Esta é a do Chrome, esta é do Firefox, esta a do Internet Explorer 10. Memorizá-los pode parecer algo trabalhoso, mas depois você irá se perguntar como conseguiu viver tanto tempo sem eles.